Albufeira vai ter primeiro crematório do Algarve

Albufeira vai ter primeiro crematório do Algarve

2246
PARTILHE
cemiterio de vale pedras
Futura estrutura irá ocupar 399 metros quadrados de área bruta

Acaba de ser adjudicado à Cremal – Cremações do Algarve, Lda., a construção de um crematório para o Algarve, a ficar contíguo ao actual cemitério de Vale Pedras, de Albufeira. Esta estrutura não necessita de investimento financeiro por parte da autarquia, ao passo que o concessionário irá entregar todos os meses, por 30 anos, uma contrapartida financeira, resultante da ocupação do espaço e do número de cremações efectuadas. O investimento da Cremal ascende aos cerca de 600 mil euros numa estrutura inexistente na região, da qual o crematório mais próximo se situa em Ferreira do Alentejo.

Inaugurado em Janeiro de 1990, o Cemitério de Vale Pedras é composto por uma capela, duas salas de velório, zonas administrativas e quatro áreas distintas, as quais correspondem a zonas de inumações, gavetões, ossários e jazigos. Segundo o vereador responsável, Rogério Neto, “este espaço está praticamente esgotado e o problema estava a preocupar-nos. Atendendo a que temos recebido vários pedidos para a existência de um crematório em Albufeira, vemos esta solução como a mais adequada para o futuro”.

A futura estrutura irá ocupar 399 metros quadrados de área bruta, num só piso, com uma área total de cerca de 350 metros quadrados e irá dar emprego, inicialmente, a três pessoas. O edifício irá comportar diversas áreas, nomeadamente, uma Capela Ecuménica com cerca de 79 metros quadrados e uma Sala de Despedida. Dos espaços exteriores há a salientar o Jardim da Memória onde será plantada uma mistura herbácea de Prado Sequeiro e um jardim vertical com trepadeiras de floração azul e um Jacarandá. Um outro espaço exterior é o Jardim do Cendrário, ou seja, o lugar de excelência das cinzas que não forem solicitadas e que, para além do Prado de Sequeiro irá ter uma Oliveira (símbolo da paz e da purificação) e um Loureiro (símbolo do triunfo da vida e da sabedoria). Este cendrário consta de um depósito enterrado e estanque com cerca de 50 cm de diâmetro.

Recorde-se que, actualmente, o Algarve tem 472 mil habitantes e uma população flutuante que ascende a um milhão e quinhentas mil pessoas. A taxa de cremação (recorrendo ao crematório de Ferreira do Alentejo, a cerca de 300 quilómetros, entre outros) é de 9%, ao passo que no resto do país é de 30%.