Alcoutim marca fim-de-semana com a décima Feira da Perdiz

Alcoutim marca fim-de-semana com a décima Feira da Perdiz

348
PARTILHE
feira da perdiz
Milhares de visitantes de todas as geografias do Algarve marcaram presença na Feira da Perdiz 2017

A décima edição da feira da perdiz, que decorreu no passado fim-de-semana no concelho, foi coroada de sucesso, levando a martim longo muitos amantes da caça e das actividades associadas, além de milhares de visitantes que não perderam esta oportunidade para tirarem o melhor proveito do muito que o certame tem para oferecer.

A tradição do concelho na área da caça desde há muito coloca Alcoutim na rota dos destinos preferenciais dos caçadores e desde há mais de uma década que o Município apostou em desenvolver uma feira que fosse anualmente um momento marcante e revelador da importância da actividade venatória para o concelho.

A Feira da Perdiz tem assim assumido, ano após ano, um papel preponderante na agenda dos eventos ligados à caça na região e atrai ao concelho visitantes ligados à caça, mas não só, dinamizando a própria actividade cinegética e a economia local em geral ao dar a conhecer a excelência do território alcoutenejo para a prática da caça.

“Trata-se de uma aposta que tem demonstrado de forma muito positiva a sua importância, quer na divulgação do concelho de Alcoutim como território de caça por excelência, quer como momento dinamizador da economia do concelho ao atrair visitantes que procuram conhecer melhor o que o concelho tem para oferecer em diversas áreas, como a gastronomia, só para dar um exemplo, refere o autarca Osvaldo Gonçalves.

Governo marca presença na abertura da Feira da Perdiz

A importância, quer do certame, quer do concelho, no quadro da cinegética fica desde logo demonstrada com a presença do secretário de Estado das Florestas e do Desenvolvimento Rural, Miguel Freitas, na abertura desta décima Feira da Perdiz, acompanhando o presidente da Câmara numa visita aos diversos espaços e stands que compunham a oferta do evento.

A acompanhar o membro do Governo estiveram entre outros o director regional de Agricultura e Pescas, Fernando Severino, o presidente da Região de Turismo do Algarve, Desidério Silva, o director regional do Instituto Português do Desporto e da Juventude, Custódio Moreno, e o deputado socialista à Assembleia da República, António Eusébio.

Osvaldo Gonçalves destaca “a importância do sector da cinegética na economia local, que mantém ao longo do ano e durante as várias épocas de caça um afluxo constante de um assinalável número de caçadores ao concelho que ajudam a dinamizar a economia” e reconhece o extremo relevo do trabalho desenvolvido pelos vários intervenientes no sector da cinegética ao nível da conservação e sustentabilidade ambientais num concelho que entre municipais, associativas e turísticas conta com 44 zonas de caça.

Uma edição com muito para ver e para fazer

Além de todo um conjunto de ofertas de actividades e stands especialmente vocacionados para os caçadores, a Feira da Perdiz deu a conhecer os sabores do concelho e a arte gastronómica local, bem como,  vários produtos típicos do concelho.

Às tasquinhas, que contaram com forte adesão e onde se pôde provar os segredos da cozinha típica da serra e do rio que marcam o concelho, a organização – a cargo do Município em parceria com a Associação ADECMAR – juntou ainda as terceiras Jornadas Técnicas Opuntia Ficus-indica e o segundo concurso fotográfico dedicado ao figo-da-Índia, a prova de BTT e a marcha pedestre ‘Na Rota da Perdiz’, um showcooking, além de demonstrações de falcoaria, workshops, concursos e provas caninas e muita animação com vários concertos.

Dois dias cheios de actividades para todos os gostos que Osvaldo Gonçalves garante são para continuar a marcar anualmente o calendário de eventos do concelho.

(Artigo publicado na edição papel do Caderno de Alcoutim de Novembro)