Algarve conquista duas novas estrelas Michelin

Algarve conquista duas novas estrelas Michelin

574
PARTILHE
Chef João Oliveira do hotel Bela Vista na Praia da Rocha Photo- Paulo Barata 2015
O ‘chef’ João Oliveira, do restaurante Vista, diz que vai continuar a fazer o melhor

Os restaurantes Vista (Portimão) e Gusto (Almancil) são as novidades para a gastronomia portuguesa no Guia Michelin Espanha e Portugal 2018.

Os ‘chefs’ dos dois restaurantes portugueses que conquistaram na quarta-feira a primeira estrela Michelin na edição de 2018 destacam a importância de respeitar o “produto fantástico” e garantem que vão manter o mesmo rumo.

A atribuição da primeira estrela Michelin aos restaurantes Vista e Gusto são a novidade para a gastronomia portuguesa no Guia Michelin Espanha e Portugal 2018, que foi apresentada na quarta-feira em Tenerife, Espanha.

“É um prémio importante”, disse à Lusa Daniele Pirillo, ‘chef’ residente do Gusto by Heinz Beck admitiu que o objectivo “não era a estrela, mas oferecer o melhor para o cliente”.

A cozinha do Gusto by Heinz Beck “é baseada em técnicas aplicadas à tradição”, mas “tem de ser simples”, afirmou o chefe de cozinha italiano, no final da cerimónia de apresentação do guia.

Portugal terá no próximo ano 18 restaurantes com uma estrela

“Não queremos destruir o produto, porque é fantástico”, salientou.

Questionado sobre se acredita que esta distinção trará mudanças ao dia-a-dia do restaurante, Pirillo rejeitou: “Continuamos no nosso caminho, tentamos fazer o melhor, como sempre”.

Posição semelhante tem o ‘chef’ João Oliveira, do Vista: “Não vai mudar nada. Temos a mesma equipa, uma base, a mesma lógica”.

O ‘chef’ admite que “todos os dias há a responsabilidade de fazer o melhor”, mas claro que passará a haver “uma atenção redobrada”.

No Vista, procura-se “tratar os produtos o melhor possível”.

“Trabalhamos todos os dias com um produto muito fresco, o melhor que encontramos. Estamos em cima do mar, trabalhamos com peixe e marisco fresco todos os dias”, explicou.

João Oliveira afirmou que, caso não tivesse recebido a estrela, teria “a consciência” de que a sua equipa “está a fazer um bom trabalho”.

“Como há muitos projectos em Portugal que estão a fazer muito bom trabalho e que ainda não tiveram esse reconhecimento”, comentou.

Portugal terá, na edição de 2018 do Guia Michelin ibérico, 18 restaurantes com uma estrela (‘muito bom na sua categoria, compensa parar’) e cinco restaurantes com duas estrelas (‘cozinha excelente, vale a pena o desvio’).