Cartaz atractivo marca uma década do Festival de Órgão do Algarve

Cartaz atractivo marca uma década do Festival de Órgão do Algarve

218
PARTILHE
Festival de orgao do algarve (4)
Cerca de 1600 pessoas assistiram aos concertos

O Festival de Órgão do Algarve continua a conquistar novo público e a espalhar o entusiasmo pelos órgãos históricos da região e o cartaz atractivo deste ano marcou uma década de sucesso crescente do evento que tem vindo a ganhar visibilidade internacional e afirmar-se no país. Cerca de 1600 pessoas assistiram aos dez concertos de música para órgão que ecoaram em várias igrejas de Faro, Portimão, Boliqueime e Tavira, entre 3 e 25 de Novembro.

A Associação Cultural Música XXI convidou os organistas António Esteireiro, Daniel Oliveira, André Ferreira e Daniela Moreira para participar no evento, tendo desde cedo preparado a vinda dos músicos internacionais Elisa Freixo (Brasil) e Ton Koopman (Holanda). Para a organização, “o conceituado músico e maestro holandês deixou na lembrança um concerto verdadeiramente memorável, onde a música barroca transbordou de virtuosismo, e a experiente organista brasileira encerrou o festival com música emotiva, carregada de saudades do órgão gémeo do outro lado do Atlântico”.

Prevê-se a inclusão de um novo órgão em Tavira no próximo ano
Festival de orgao do algarve (2)
Festival de Órgão do Algarve 2017 foi organizado pela Associação Cultural Música XXI

Para 2018, a Associação Cultural Música XXI antevê a inclusão de um novo órgão em Tavira na programação do Festival; a ampliação das possibilidades de execução para alguns órgãos históricos que venham a ser alvo de restauro / manutenção, através de parceria entre igrejas e autarquias; a criação de pontes com a vocação tradicionalmente litúrgica destes instrumentos; o estímulo à formação de público, em especial o escolar; a articulação com a recente Escola de Órgão da Catedral de Faro.

O Festival de Órgão do Algarve 2017 foi organizado pela Associação Cultural Música XXI e contou com os apoios da Direcção Regional de Cultura do Algarve e dos municípios de Faro, Loulé, Tavira e Portimão, com o apoio à divulgação da Região de Turismo do Algarve. Teve ainda a parceria da Ordem do Carmo e Cabido da Sé de Faro, das paróquias de Portimão, Boliqueime e Tavira e da Misericórdia de Tavira.