Feira da Perdiz promove potencial cinegético dos produtos alcoutenejos há dez anos...

Feira da Perdiz promove potencial cinegético dos produtos alcoutenejos há dez anos (com fotogaleria)

719
PARTILHE
- Pub -

A Feira da Perdiz regressa a Alcoutim para a décima edição de uma iniciativa que pretende divulgar o potencial cinegético dos produtos da região, um sector que para Osvaldo Gonçalves, presidente da Câmara local, “deverá ser compreendido como um factor de combate à sazonalidade na época baixa”.

A décima edição do certame decorre hoje e amanhã, 12 de Novembro, com uma programação que visa conquistar todo o tipo de público, aliando a mostra cinegética à gastronomia e animação. Diversas empresas e associações do sector estão presentes no evento e os visitantes podem disfrutar de momentos como colóquios, falcoaria, exposições de espécies cinegéticas, artesanato, concursos de cães, workshop de obediência e socialização canina ou animação musical.

“A caça gera 300 milhões de euros ao país” refere o secretário de Estado
Feira da Perdiz (17)
“A caça é um sector económico da maior importância para o país” referiu Miguel Freitas

A cerimónia de inauguração contou com a presença do secretário de Estado das Florestas e do Desenvolvimento Rural, Miguel Freitas, para o qual “pensar a caça é pensar numa actividade que representa muito para o país. Gera ao país 300 milhões de euros de facturação. É um sector económico da maior importância”. Na sessão solene que decorreu no final da manhã de hoje, o secretário de Estado relembrou algum do trabalho que tem vindo a desenvolver desde que chegou à secretaria de Estado, juntamente com as organizações do sector da caça. “Produzimos legislação, uma série de portarias regulamentadoras que estavam desde 2002 para ser regulamentadas, portarias aprovadas pelas organizações do sector, que vão desde as montarias a guardas de zonas de caça, campos de treino ou as zonas de caça principais”, refere Miguel Freitas.

Para Osvaldo Gonçalves, “a Feira da Perdiz é um bom exemplo quando se trata de potenciar o desenvolvimento daquele que é entendido como um sector fortemente contributivo, quer na sua vertente económica quer na sua vertente social”.

Alcoutim está empenhado em promover a valorização do território
Feira da Perdiz (22)
Osvaldo Gonçalves acredita que a Feira da Perdiz é um bom exemplo no que toca a potenciar o desenvolvimento do sector

No evento organizado pelo município, em colaboração com a Associação ADECMAR, o presidente da Câmara garantiu que “Alcoutim está empenhado na criação de iniciativas e sinergias que promovam a valorização do território”.

Hoje o certame funciona até às 2 horas e amanhã pode ser visitado entre as 9 e as 22 horas, com entrada livre. Pode consultar AQUI o programa completo do evento.

(Cátia Marcelino / Henrique Dias Freire)