LUZA Festival ambiciona integrar roteiro de festivais internacionais de iluminação artística

LUZA Festival ambiciona integrar roteiro de festivais internacionais de iluminação artística

380
PARTILHE
LUZA Festival (3)
Iniciativa que vai iluminar a cidade de Loulé entre 24 e 26 de Novembro

A primeira edição do LUZA Festival foi apresentada esta manhã no Convento de Stº António, em Loulé, e a organização ambiciona integrar o roteiro de festivais internacionais de iluminação artística.

A iniciativa que vai iluminar a cidade de Loulé entre 24 e 26 de Novembro é organizada e produzida pela ByBeau e a Eventor’s Lab, com apoio da Câmara de Loulé e a chancela do Programa 365 Algarve.

O LUZA Festival promete três dias de grande actividade em plena época baixa do turismo algarvio, numa viagem de luz e som que pretende trazer um projecto inovador e de impacto para a região do Algarve. Trata-se de um festival de luzes, onde diversos artistas nacionais e estrangeiros têm a oportunidade de mostrar as suas instalações luminosas em pontos específicos da cidade.

Beau McClellan quer “mostrar ao resto do mundo o talento que existe em Portugal nesta área”

Beau McClellan, artista e designer escocês residente há vários anos no concelho de Loulé, com obra feita em termos de iluminação artística por esse mundo fora, é o mentor do evento. O autor de ‘Zephirus’, a escultura que ornamenta a zona industrial de Loulé, garante que o LUZA é um “festival de experiências que transportará o visitante para um outro mundo”. O artista escocês convidou outros pares de países como Espanha, Polónia, Reino Unido, México, Japão, Dinamarca e Portugal para produzir instalações criadas para este momento. Beau McClellan acredita que este festival será um veículo que permitirá ainda “mostrar ao resto do mundo o talento que existe em Portugal nesta área”, e refere que a escolha da data de realização do festival visa integrar o LUZA no roteiro de festivais internacionais de iluminação artística, como o Fête des Lumières (Lyon), o Glow (Eindhoven) ou o Luci d’artista (Torino).

Evento conta um 15 instalações de artistas de diversas nacionalidades, com acesso gratuito
LUZA Festival (1)
Público pode ter uma participação activa no evento

Durante os três dias, o público pode percorrer as ruelas, construções e monumentos de Loulé para vivenciar uma experiência única e iluminada, podendo inclusivamente ter uma participação interactiva. Da Ermida da Mãe Soberana, no alto da cidade, ao Coreto da Avenida José da Costa Mealha, vários serão os pontos de animação do evento onde será possível encontrar instalações surpreendentes: Convento de Stº António, Rua da Nossa Senhora da Piedade, Largo de S. Francisco, Igreja de S. Francisco, Praça D. Afonso III, Bicas Velhas, Casa do Castelo, Rua Vice-Almirante Cândido dos Reis, Alcaidaria do Castelo, Cerca do Convento, Claustros do Convento, Mercado Municipal e Cine-Teatro Louletano.

Com um “mapa ambicioso”, como referiu Ana Fernandes, da organização, o evento contará um 15 instalações de artistas de diversas nacionalidades, com acesso gratuito. “Queremos luzir, este é um tema muito lusitano pelo que queremos dar um cunho muito português a um festival que se pretende seja internacional”, considerou Ana Fernandes.

Inauguração das árvores de Natal de Loulé é destaque no festival

Destaques do festival são também a inauguração das árvores de Natal de Loulé, nos Calustros do Convento (dia 24 às 24 horas) ou as conferências ‘Working with Light’, no Cine-Teatro Louletano (dia 25, das 15 às 17.30 horas), com a presença dos artistas que fazem esta primeira edição do LUZA.

Um dos momentos altos do LUZA é também a Torch Light Parade, no dia 24, a partir das 18.30 horas, que, para além de seu carácter artístico, estará a apoiar a Casa da Primeira Infância, uma instituição de acolhimento de crianças em condições de perigo e abandono. Serão disponibilizadas duas mil tochas que, acesas, formarão um desenho a ser revelado apenas no final da intervenção. Para participar nesta actividade, o público poderá doar no mínimo um euro, que será revertido para a instituição.

Evento pretende trazer mais pessoas a Loulé durante a época baixa do turismo
LUZA Festival (2)
Dália Paulo considera que o LUZA é um dos eventos que marca a segunda edição do 365 Algarve

O município de Loulé é co-organizador deste Festival, reconhecendo o potencial do projecto num território que se diferencia por ser um espaço de modernidade, design e arte. Para Carlos Carmo, vereador dos Evento, “o objectivo é trazer mais pessoas a Loulé durante aquilo que designamos como a época baixa do turismo. Acredito que este evento tem a tipologia exacta do que se pretende com o programa 365 Algarve”, considerou este responsável municipal.

Dália Paulo, comissária deste programa, refere que o LUZA é um dos eventos que marca a segunda edição do 365 Algarve, programa cultural que assenta também no desenvolvimento económico e social da região. “O LUZA vem colmatar esta lacuna que existia na época baixa da região. Por outro lado, a escolha do mês de Novembro para realizar este evento vai ao de encontro do objectivo de integrar o LUZA nesse circuito internacional”, sublinhou a comissária.

Programa do LUZA Festival

24 de Novembro

  • 18.30 horas – Abertura oficial do LUZA
  • 18.30 horas – ‘Torch Light Parade’ (para adquirir as tochas e fazer parte do desfile, encontro na Mãe Soberana)
  • 19 horas (a cada 45 minutos) – Video Mapping na Fachada do Mercado Municipal
  • 19.30 horas / 21 horas / 22.30 horas – Sand art na Igreja São Francisco
  • 24 horas – Apresentação da Árvore de Natal de Loulé na Cerca do Convento do Espírito Santo
  • 00.30 horas – Encerramento do 1° dia do LUZA

25 de Novembro

  • 10 horas – Abertura das obras de interior, Convento de Santo António e Cine-Teatro Louletano
  • 15 horas – 17.30 horas – Conferência ‘Working with Light’ no Cine-Teatro Louletano
  • 18.30 horas – Abertura das restantes instalações
  • 19 horas (a cada 45 minutos) – Video Mapping na Fachada do Mercado Municipal
  • 19.30 horas / 21 horas / 22.30 horas – Sand art na Igreja São Francisco
  • 00.30 horas – Encerramento do 2° dia do LUZA

26 de Novembro

  • 10 horas – Abertura das obras de interior, Convento de Santo António e Cine-Teatro Louletano
  • 18.30 horas – Abertura das restantes instalações
  • 19 horas (a cada 45 minutos) – Video Mapping na Fachada do Mercado Municipal
  • 19.30 horas / 21 horas / 22.30 horas – Sand art na Igreja São Francisco
  • 24 horas – Encerramento do LUZA Festival

Mais informações em www.luzafestival.com ou  info@luzafestival.com.