Paulo Pires apresenta ‘Escrytos’ na Biblioteca Municipal de Silves

Paulo Pires apresenta ‘Escrytos’ na Biblioteca Municipal de Silves

200
PARTILHE
- Pub -
paulo pires_escrytos
Paulo Pires, investigador e programador cultural

A Biblioteca Municipal de Silves vai ser palco da apresentação da obra “Escrytos – Crónicas e Ensaios sobre Cultura Contemporânea”, do programador cultural Paulo Pires. A sessão terá lugar no próximo dia 18 de Novembro, pelas 16.30 horas.

O autor reuniu nesta compilação, editada pela Arranha-Céus (Lisboa), crónicas e ensaios sobre cultura contemporânea publicados inicialmente em jornais, suplementos, revistas e sites de âmbito cultural entre Janeiro de 2013 e Abril de 2017.

Entre os textos publicados, “Escrytos” inclui vários dos pensamentos que a pena de Paulo Pires trouxe à forma escrita nas páginas do caderno cultural mensal do POSTAL, o Cultura.Sul.

Os textos escolhidos abordam questões ligadas à gestão, programação e mediação culturais, artes performativas, estudos artísticos, literatura e leitura/bibliotecas, integrando, ainda, reflexões quer sobre alguns projectos específicos que o autor desenvolveu, a esses níveis, em contexto profissional, quer em torno de temáticas sociológicas e educacionais. São textos inacabados, abertos e de questionamento crítico, que resultam de uma necessidade pessoal (e profissional) de reflexão e de produzir pensamento, vários deles cruzando-se com perspectivas sociológicas e não poucas vezes temperados pelo sal da poesia.

A apresentação do livro ficará a cargo da bibliotecária Maria José Mackaaij. Haverá, ainda, leituras de poesia por Sónia Pereira e António Baeta e alguns apontamentos musicais por Ricardo Martins (guitarra portuguesa).

A iniciativa, promovida pela Câmara de Silves, é de entrada livre.

O telefone 282 440 899 e o endereço de correio electrónico biblioteca@cm-silves.pt são os contactos da Biblioteca para o fornecimento de informações adicionais.

Paulo Pires é programador em artes performativas na Câmara de Loulé

Paulo Pires nasceu em Faro em 1977, mas as suas raízes familiares e afectivas estão entre o barrocal e a serra, em São Brás de Alportel. Com formação superior nas áreas das Línguas e Literaturas Modernas (Estudos Portugueses), Música e Arquivística, ao longo do seu percurso tem aprofundado, pela reflexão crítica e prática profissional, os campos dos Estudos Artísticos e Sociologia da Cultura. Paulo Pires foi programador da Biblioteca de Silves (2008-2014) e depois coordenador da programação cultural do Município de Silves até 2015. Actualmente é programador em artes performativas na Câmara de Loulé.