Artadentro apresenta segunda exposição do ciclo ‘Um Certo Ponto de Vista’

Artadentro apresenta segunda exposição do ciclo ‘Um Certo Ponto de Vista’

583
PARTILHE
Tochas (2)
Exposição é inaugurada a 9 de Dezembro

A exposição de fotografia Tochas, de Vasco Célio está patente ao público até ao dia 4 de Fevereiro. Esta é a segunda exposição apresentada no âmbito do ciclo de arte contemporânea ‘Um Certo Ponto de Vista’, um projecto Artadentro que integra o programa cultural 365 Algarve.

Dizem (entre outras hipóteses), que há cerca de dois séculos, os habitantes de São Brás de Alportel, perante a aproximação de uma frota invasora e do perigo do saque, da destruição e da morte, socorreram-se de um ardil: à noite, ao longo da costa de frente ao mar, de tochas acesas nas mãos e outras enfileiradas cravadas no chão, convenceram o inimigo que eram muitos e preparados, levando-o a cancelar o desembarque e a seguir caminho. Desde então, este evento passou a ser festejado com alegria e exuberância, também com religiosidade, tendo a tocha original sido substituída pela simbólica tocha floral.

Vasco Célio participa em exposições individuais e colectivas em Portugal e no estrangeiro desde 1996
Tochas (1)
É a segunda exposição do ciclo ‘Um Certo Ponto de Vista’

Foi não só a lenda mas também o fervor dos são-brasenses nesta celebração anual que motivou Vasco Célio a fazer o registo fotográfico exaustivo dos protagonistas da Procissão das Tochas Floridas: exclusivamente masculinos, em  roupa de domingo, sérios e convictos de arranjo floral em riste, celebrando a tradição e a vida.

Vasco Célio é natural do Lubango, em Angola, mas veio ainda recém-nascido com a família para Portugal. Desde então, reside e trabalha em Loulé no Algarve, região onde se tem afirmado como fotógrafo profissional e artista.

Comentários no Facebook