Faro fecha ciclo de obras nas entradas da cidade

Faro fecha ciclo de obras nas entradas da cidade

1269
PARTILHE
faro
Trabalhos decorrem actualmente na Avenida Cidade Hayward

Mais de 863 mil euros, sem IVA, foi quanto a Câmara de Faro investiu e está a investir na requalificação dos acessos à cidade num conjunto de obras que se distribui de ocidente a oriente e abrange cinco das radiais de inserção na cidade.

Actualmente os trabalhos decorrem na Avenida Cidade Hayward, com um custo sem IVA de 178,5 mil euros, e desenvolvem-se nas duas faixas no sentido de saída da cidade depois de terem sido concluídas as intervenções no sentido contrário de circulação do trânsito.

Os trabalhos implicaram a recuperação integral do perfil da via em profundidade até à base construtiva, dado o elevado estado de degradação do pavimento e camadas inferiores provocado em larga medida pela circulação do tráfego pesado. Também nestes trabalhos estão incluídas intervenções ao nível dos passeios em falta e degradados em toda a extensão daquela que é uma das principais artérias da cidade e a mais utilizada para quem de sotavento, nomeadamente desde Olhão, pretende entrar em Faro.

O trânsito, fortemente condicionado desde há vários dias, processa-se agora de forma menos complicada com as duas faixas entretanto já recuperadas no sentido de entrada na cidade e a necessidade de avançar com as obras levou mesmo a trabalhos nocturnos por parte do empreiteiro.

- Pub -

As intervenções na cidade

As entradas da capital de distrito, concluídas que fiquem as obras na Avenida Cidade Hayward e na Rua Teixeira Guedes, ficam agora todas requalificadas depois das intervenções já realizadas, sucessivamente na Estrada de São Brás, na Avenida Gordinho Moreira, e na Estrada da Senhora da Saúde.

No total destas três últimas empreitadas foram investidos 637,7 mil euros, dos quais a factura mais pesada foi a da Avenida Gordinho Moreira – entrada da cidade junto ao Fórum Algarve – no valor de 481 mil euros, sem IVA. As obras na Estrada da Senhora da Saúde, troço parcial, custaram 70,3 mil euros (incluída a intervenção na Rua António Belchior Júnior) e os trabalhos de requalificação da Estrada de São Brás somaram 84,4 mil euros.

Depois de décadas de abandono as obras nas entradas da cidade completam-se com a requalificação parcial da Rua Teixeira Guedes entre o cruzamento com a Rua Dr. António Bernardo da Cruz e a Avenida Dr. Júlio F. De Almeida Carrapato. Neste caso a via conhecida popularmente como Estrada de Olhão está a ser intervencionada ao nível da requalificação de passeios que estavam visivelmente degradados devido às raízes de árvores de grande porte ali existentes, pondo em causa a segurança dos peões. As árvores foram entretanto retiradas do local e os passeios estão a ser integralmente reconstruídos.

Ao POSTAL a autarquia adianta que a “requalificação do pavimento desta via e a regularização do fluxo de águas pluviais e da zona de estacionamento a norte da zona actualmente intervencionada serão obras a realizar numa fase ulterior devidamente planificadas no quadro das intervenções de requalificação de vias de trânsito que a Câmara pretende continuar a fazer.

Recorde-se que a Câmara de Faro vai continuar, de acordo com declarações feitas ao POSTAL pelo presidente da edilidade, Rogério Bacalhau, “a realizar trabalhos de recuperação das vias de trânsito no perímetro urbano e em todo o concelho na sequência daqueles que têm vindo, ano após ano, a ser realizados durante o anterior mandato”.

O programa que esteve na base das obras de requalifica da rede viária concelhia, o Faro Requalifica, não voltará a existir com esta denominação fechado que está o ciclo de intervenções mais prementes na rede viária farense. A Câmara passará a integrar anualmente, esclareceu ao POSTAL o presidente da autarquia em declarações realizadas recentemente, uma verba para manutenção da rede viária e valores de investimento no quadro de intervenções de recuperação das vias ainda degradadas que existem no concelho”.

Comentários no Facebook