‘Lendas Algarvias’ eternizam imaginário cultural dos algarvios

 ‘Lendas Algarvias’ eternizam imaginário cultural dos algarvios

788
PARTILHE

O imaginário cultural dos algarvios está eternizado no livro ‘Lendas Algarvias’, um projecto inédito que junta pela primeira vez, na edição de um livro, Fernando Santos Graça e Ricardo Inácio, unidos por um objectivo comum: promover o Algarve de uma forma diferente, através das lendas ilustradas.

Maria Luísa Francisco apresentou ontem ao final do dia, 14 de Dezembro, no Arquivo Municipal de Tavira, a obra em formato A4, com chancela da Arandis Editora. 50 ilustrações e 50 lendas dos 16 concelhos do Algarve estão agora eternizadas num livro que a investigadora do património cultural algarvio considera “de uma escrita simples e acessível, belo para juntar várias gerações e salvaguardar este nosso património imaterial e cultural”.

Após a apresentação do livro, Maria Luísa Francisco vestiu-se a rigor para contar a lenda local, com o rio Gilão e o brilho da iluminação de Natal a servir de cenário.

Segunda edição do livro traz algumas novidades
Lendas Algarvias (1)
Ideia surgiu de uma conversa entre amigos

A ideia surgiu de uma conversa entre amigos e ganhou forma depois da aprovação de um projecto apresentado à Direcção Regional de Cultura do Algarve, também apoiado por algumas parcerias efectuadas com várias entidades. Fernando Santos Graça, responsável pela recolha, selecção e escrita das lendas, revelou que “a primeira edição está quase esgotada e a segunda edição traz algumas novidades e será bilingue, metade do livro em português e metade em inglês”.

O trabalho do ilustrador Ricardo Inácio prende-se pela criatividade e sobretudo pela vontade porque, como o próprio referiu, “o sonho comanda a vida mas a vontade comanda o sonho”.

Livro está a conquistar o Algarve
Lendas Algarvias (8)
Obra é cada vez mais reconhecida pelos próprios leitores

Esta obra é cada vez mais reconhecida pelas autarquias e pelos próprios leitores e já deu origens a outros projectos do género, tais como trabalhos especificamente sobre as lendas de cada concelho ou a própria história das várias freguesias do Algarve, sempre ilustrados e com leitura fácil.

“Uma obra de arte com mais 50 obras de arte lá dentro” é como Ricardo Inácio descreve o livro ‘Lendas Algarvias’, uma obra “dos 8 aos 85 anos”, diz Fernando Santos Graça, que vai continuar a percorrer os concelhos da região, divulgando este património cultural. Ainda sem data certa, mas que se prevê que seja entre Março e Abril, Vila do Bispo e Lagos são os concelhos que se seguem.

(Cátia Marcelino / Henrique Dias Freire)

Comentários no Facebook