Querença revive tradição da Festa das Chouriças

Querença revive tradição da Festa das Chouriças

1874
PARTILHE
festa das chouricas2
A chouriça assada é o principal ingrediente da festa

Querença volta a ser palco da já tradicional Festa em Honra de S. Luís, mais conhecida por Festa das Chouriças, que no fim-de-semana de 20 e 21 de Janeiro irá animar o Largo da Igreja.

Numa iniciativa promovida pela Comissão de Festas da Paróquia, com o apoio da União de Freguesias de Querença, Tôr e Benafim, da Câmara de Loulé e da Casa do Povo de Querença, a Festa terá início no sábado, dia 20, com uma grandiosa Noite de Fados, que decorrerá na Casa do Povo de Querença, pelas 21 horas.

No domingo, dia 21, a partir das 11 horas e durante a tarde, os visitantes poderão degustar a chouriça assada nos vários estabelecimentos de Querença, alguns localizados no Largo da Igreja. A celebração religiosa terá início às 14.30, com a eucaristia na Igreja de Nossa Senhora da Assunção, presidida pelo padre Carlos Matos, à qual se seguirá a procissão solene com a imagem de S Luís, pelas artérias da aldeia.

 

festa das chouriças1
O leilão de chouriças é um dos momentos altos da Festa

Pelas 16 horas, terá início o habitual e sempre animado leilão de chouriças, onde será possível adquirir a rainha da festa, a chouriça. Pelas 17 horas, o Grupo de Janeiras do Rancho Etnográfico de São Sebastião irá animar o ambiente com uma actuação. Durante o evento, haverá animação infantil com as “traquinices” da Palhaça Pirolita. Das 10 às 18 horas, os visitantes poderão ainda visitar o Mercadinho com exposição e venda de artesanato e produtos locais, representativos da nossa região.

A finalizar as festividades, a partir das 19 horas haverá um baile no Salão de Festas da Casa do Povo de Querença, animado pelo artista Ruben Filipe.

Todas as actividades são de entrada livre.

As raízes deste evento remontam a uma época em que, no interior algarvio, as famílias tinham o hábito de criar o seu porco para sustento ao longo do ano. Era igualmente tradição pedir a S. Luís, patrono dos animais, que conservasse em boas condições o porco, para garantir a alimentação do agregado familiar. Em forma de gratidão as famílias ofereciam ao Santo Protector as melhores chouriças caseiras. A crença diz que em Janeiro é tempo de glorificar o Santo que ajudou na criação dos animais.

Comentários no Facebook