Passagem de nível pedonal de Olhão reabre temporariamente

Passagem de nível pedonal de Olhão reabre temporariamente

819
PARTILHE
A passagem de nível estará aberta entre as 6.30 e as 22 horas (Foto de arquivo)

A passagem de nível pedonal de Olhão, que já tinha estado encerrada um ano e que voltou a encerrar agora em Janeiro, vai reabrir temporariamente a 1 de Fevereiro, anunciou a Infraestruturas de Portugal (IP).

A IP já tinha ordenado, em 2014, o encerramento deste atravessamento da linha férrea, alegando questões de segurança, interdição que durou até Outubro de 2015, quando foi concedida à autarquia uma licença para a reabertura temporária da passagem, que expirou a 31 de Dezembro de 2017.

Como contrapartida à renovação da licença temporária, com início a 1 de Fevereiro, a Câmara de Olhão comprometeu-se a lançar o concurso da obra para melhorar as condições de circulação de peões na passagem sob a linha férrea situada na Av. Bernardino da Silva, onde passam também automóveis.

O presidente da Câmara de Olhão, António Miguel Pina, explicou à Lusa que chegou a acordo com a IP para que a licença de reabertura da passagem pedonal se estendesse até que a obra na passagem inferior estivesse concluída, para que esta funcione como uma alternativa segura à passagem de nível pedonal.

Concurso para as obras de melhoria da passagem inferior ainda não foi lançado

Segundo o autarca, o concurso para as obras de melhoria da passagem inferior – que consistem na diminuição do declive e no aumento da largura dos passeios – ainda não foi lançado devido a atrasos relacionados com “pormenores técnicos” do projecto que não reuniam consenso.

O grau de inclinação acentuado daquela passagem inferior – que começou a ser usada como alternativa após o encerramento da passagem pedonal – e o facto de os passeios serem muito estreitos torna insegura a circulação de pessoas, sobretudo idosas, mas também com mobilidade reduzida.

A passagem de nível pedonal, que fica uma centena de metros antes da estação da cidade, foi encerrada em Setembro de 2014 pela IP, alegando questões de segurança na circulação dos comboios, após o fim das obras de remodelação da linha do Algarve.

O encerramento motivou protestos da população e dos órgãos autárquicos, porque a cidade ficou com uma das principais avenidas dividida e os peões passaram a ter de utilizar a passagem inferior construída para o tráfego automóvel.

Durante um ano, a passagem de nível esteve encerrada, com a população a abrir passagens ilegais em outros pontos da linha e a Câmara a tentar reverter a situação em conversações com a IP.

Em Outubro de 2015, a autarquia anunciou que a passagem pedonal, que separa as avenidas da República e Bernardino da Silva, voltava a estar aberta ao público com “vigilância e mais condições para os transeuntes”, o que aconteceu até Janeiro.

A renovação da licença por parte da IP “permitirá a utilização da passagem de nível nos moldes verificados até ao seu recente encerramento”, lê-se no comunicado da IP.

A passagem de nível estará aberta entre as 6.30 e as 22 horas, “sendo a gestão diária da responsabilidade da autarquia, onde se inclui a presença de vigilantes no local”.

Durante a noite, “deverá ser utilizada a passagem inferior, por questões de segurança”, conclui a IP.

Facebook Comments

Comentários no Facebook