Seraikella Chhau Dance Group traz dança indiana a Albufeira

Seraikella Chhau Dance Group traz dança indiana a Albufeira

877
PARTILHE
Danca Indiana 1
Dança Chhau combina danças tribais e marciais numa intensa representação de cor e movimento

Albufeira acolhe na próxima segunda-feira, 29 de Janeiro, um espectáculo de danças Chhau protagonizado pelo Seraikella Chhau Dance Group, a partir das 21.30 horas, no Auditório Municipal. Este estilo de dança tradicional indiana foi decretado Património Imaterial da Humanidade pela UNESCO, em 2010.

A dança Chhau é originária dos estados de Odisha, Jharkhand e West Bengal e combina danças tribais e marciais numa intensa representação de cor e movimento. As danças podem ser divididas em três tradições regionais que diferem significativamente no que concerne à sua prática: o tradicional Seraikella Chhau, a animada Purlieu Chhau e o menos conhecido Mayurbanj Chhau.

O espetáculo conta com coreografia de Pandit Gopal Prasad Dubey, considerado na Índia como o actor das mil faces.

Seraikella Chhau é a dança mais subtil

 

Danca Indiana 3
Espectáculo será protagonizado pelo Seraikella Chhau Dance Group

As máscaras coloridas usadas pelos dançarinos actores são meticulosamente elaboradas, feitas de papel machê e argila, apresentando ao público uma variedade de personagens como deuses, figuras mitológicas, demónios, humanos, animais e corpos celestes como o sol ou a lua.

Contrastando com os outros dois estilos, Seraikella Chhau é dança na sua forma mais pura – não existe diálogo entre os intérpretes e em vez de seguir um enredo linear, parece muitas vezes esforçar-se apenas por transmitir através da dança uma determinada sensação, ideia ou sentimento. Das três variedades, é a mais subtil e aprimorada. Figuras mitológicas e homens comuns surgem retratados na sua rotina diária; cenas de batalhas épicas em temas centrais de poemas de amor são aqui reveladas; aspectos do mundo natural e abstractas expressões do pensamento humano são-nos oferecidos de forma aprimorada.

Os bilhetes têm um custo de cinco euros e estão à venda na CMA/CIAC e Biblioteca Municipal Lídia Jorge, nos dias úteis (das 9 às 13 horas e das 14 às 16 horas) e no Auditório Municipal, no dia do espectáculo, das 19.30 às 21.15 horas.

Facebook Comments

Comentários no Facebook