Desertificação, Floresta e Agricultura são temas em destaque nas Jornadas do Mundo...

Desertificação, Floresta e Agricultura são temas em destaque nas Jornadas do Mundo Rural

748
PARTILHE

desertificacao, floresta e agricultura são temas em destaque nas jornadas do mundo rural
Diversos especialistas debatem problemáticas actuais da Desertificação, Floresta e Agricultura

As Jornadas do Mundo Rural estão de regresso a Alcoutim nos dias 2 e 3 de Março e, como habitualmente, será o Espaço Guadiana a acolher o evento.
Em colaboração com a Associação de Proprietários Florestais das Cumeadas do Baixo Guadiana, a Câmara Municipal de Alcoutim organiza a terceira edição do evento, que este ano terá como temas centrais a Desertificação, a Floresta e a Agricultura.

Representantes de diversas entidades e vários agentes individuais vão debater as problemáticas actuais relativas aos temas em destaque e, como não poderia deixar de ser, a sessão de abertura volta a estar a cargo do presidente da Câmara Municipal, Osvaldo Gonçalves, desta vez acompanhado por Miguel Freitas, secretário de Estado das Florestas e Desenvolvimento Rural.

Desertificação é tema central do primeiro dia

Num debate moderado por Maria Costa Freitas, da Universidade do Algarve, as ‘Questões-Chave na Estratégia de Combate à Desertificação’ vão ocupar todo o primeiro dia das Jornadas do Mundo Rural, culminando com a tertúlia ‘Desertificação: Um Problema Multidimensional’.

As intervenções serão da responsabilidade de: Rui Rodrigues, do Laboratório Nacional de Engenharia Civil (‘Clima e Alterações Climáticas’); Conceição Gonçalves, do Instituto Nacional de Investigação Agrária e Veterinária (‘Solos e Água’); Jorge Capelo, do Instituto Nacional de Investigação Agrária e Veterinária e Membro do Centro de Investigação LEAF (‘Vegetação’); e Inocêncio Coelho, do Instituto Nacional de Investigação Agrária e Veterinária (‘Questões Socioeconómicas’).

Floresta e Agricultura voltam a ser o centro das atenções

No sábado, dia 3 de Março, a Floresta e a Agricultura voltam a estar no centro das atenções em Alcoutim. Jorge Eusébio, da CCDR Algarve, vai moderar o debate sobre a ‘Floresta – Agentes Bióticos e Abióticos’, onde vão intervir: Nuno Guiomar, da Universidade de Évora (‘O Território’); Francisco Amaral, do Instituto da Conservação da Natureza e Florestas (‘A Importância das ZIF’); Hilário Cerqueira, da Guarda Nacional Republicana (‘Faixas de Gestão de Combustível’); e Norberto Santos, do Instituto da Conservação da Natureza e Florestas (‘Pragas e Doenças’).

A parte da tarde será inteiramente dedicada à Agricultura e às Adaptações Climáticas, num debate moderado por António Santa Maria, da Escola Superior Agrária de Beja. As intervenções serão de: Marina Resende, Associação Cumeadas (‘Espécies Autóctones’); José Fernandes, da Direcção Regional da Agricultura e Pescas do Algarve (‘Fitossanidade – Xilella Fastidiosa’); e José Nunes, da Associação de Produtores de Medronho do Barlavento Algarvio (‘Medronho’).

A fechar o evento vão estar José Galrito, vereador da Câmara Municipal de Alcoutim, Fernando Severino, director da Direcção Regional da Agricultura e Pescas do Algarve, e Valentina Calixto, directora do Instituto da Conservação da Natureza e Florestas do Algarve.

(Artigo publicado na edição papel do Caderno de Alcoutim)

Facebook Comments

Comentários no Facebook