GNR deteve 50 pessoas em três meses por crimes em explorações agrícolas

GNR deteve 50 pessoas em três meses por crimes em explorações agrícolas

588
PARTILHE
apanha azeitorna
Militares conseguiram recuperar cerca de 8,5 toneladas deste fruto

A GNR deteve 50 pessoas durante uma operação de patrulhamento em áreas florestais e agrícolas, realizada entre Outubro e Janeiro.

Numa nota, a GNR informou que, entre 23 de Outubro e 31 de Janeiro, realizou em todo o território nacional a segunda fase da operação “Campo Seguro”, “com a intensificação do patrulhamento em áreas florestais e explorações agrícolas, com o objectivo de prevenir a criminalidade em geral e os furtos de azeitona, castanha e metais não preciosos em particular, prestando especial atenção a possíveis situações de tráfico de seres humanos”.

Durante a operação, os militares registaram 81 crimes, efectuaram 50 detenções e identificaram 285 pessoas, além de elaborarem 222 autos de contra-ordenação, seguindo noticia a Agência Lusa.

A maior parte dos ilícitos detectados esteve relacionada com o furto de azeitona, “tendo sido recuperadas cerca de 8,5 toneladas deste fruto, destacando-se ainda a apreensão de 1,5 toneladas de cortiça e cerca de 770 quilos de pinhas, também alvo de furto”, destacou.

- Pub -

Na operação participaram diversas valências da GNR, designadamente os Comandos Territoriais, o Serviço da Protecção da Natureza e Ambiente (SEPNA), a Investigação Criminal e as Secções de Prevenção Criminal e Policiamento Comunitário.

Comentários no Facebook