GNR vai dar apoio especial a idosos devido frio

GNR vai dar apoio especial a idosos devido frio

908
PARTILHE
idosos com frio
Idosos devem evitar dormir e descansar próximo dos equipamentos de aquecimento

A GNR vai reforçar as acções de vigilância e realizar um apoio especial junto dos mais de 45 mil idosos que vivem sozinhos e isolados devido ao frio, indicou esta segunda-feira, 5 de Fevereiro, aquela força de segurança.

Em comunicado, a Guarda Nacional Republicana adianta que vai reforça as acções de vigilância aos mais de 45 mil idosos que vivem sozinhos e isolados com o objectivo de os aconselhar e sensibilizar para as baixas temperaturas que se vão sentir nos próximos dias, principalmente nas zonas centro e norte.

Segundo a GNR, cerca de 400 militares afectos diariamente à população idosa vão direccionar o patrulhamento para as suas residências, transmitindo alguns dos conselhos, nomeadamente evitar dormir e descansar próximo dos equipamentos de aquecimento e proteger devidamente a lareira para que não se torne um foco de incêndio.

Outros dos conselhos que a GNR vai transmitir são afastar os aquecedores de móveis, não secar a roupar nos aquecedores, não abandonar velas acesas ou mal apagadas, evitar sobrecargas não ligando demasiados aparelhos na mesma tomada, usar várias camadas de roupa e na alimentação dar preferência a sopas e a bebidas quentes e evitar bebidas alcoólicas.

Outros dos conselhos passa pela correta ventilação das divisões de forma a evitar a acumulação de gases prejudiciais à saúde, caso se utilize lareiras, braseiras, salamandras ou equipamentos a gás mantenha a correta ventilação das divisões de forma a evitar a acumulação de gases prejudiciais à saúde.

Segundo a Agência Lusa, as previsões do Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA) apontam para temperaturas baixas durante esta semana, com uma mínima de dois graus celsius na segunda-feira, um grau na terça-feira e zero graus na quinta-feira.

A temperatura máxima não deverá ultrapassar os 12 graus celsius durante toda a semana.

Facebook Comments

Comentários no Facebook