Navegador solitário resgatado a sul de Lagos

Navegador solitário resgatado a sul de Lagos

778
PARTILHE
remador solitario
O homem foi socorrido a cerca de 30 milhas da costa

A Autoridade Marítima resgatou na passada sexta-feira um navegador solitário inglês que se encontrava em dificuldades no mar, numa embarcação a remos, a sul de Lagos.

Em comunicado, a Autoridade Marítima Nacional adiantou que o homem, de 35 anos, foi resgatado a cerca de 30 milhas da costa, ao abrigo de uma operação de resgate coordenada pelo capitão do porto de Lagos durante a tarde e a noite de sexta-feira.

O alerta foi recebido ao início da tarde, dando conta das dificuldades de um navegador solitário, a bordo de uma embarcação a remos com sete metros de comprimento, em virtude das más condições do mar e da entrada de água na embarcação.

A operação, conduzida em articulação com o Centro de Coordenação de Busca e Salvamento Marítimo de Lisboa, permitiu que a tripulação da Diligente, da Estação Salva-vidas de Sagres, resgatasse o navegador sem necessidade de assistência médica.

Face à proximidade de navios mercante, foi também envolvido um navio mercante de bandeira maltesa, que, após ter sido detectada a embarcação em perigo, se manteve nas proximidades até chegada da embarcação salva-vidas.

Apanhados em flagrantes três apanhadores ilegais de iscos

Ainda na sexta-feira, a Polícia Marítima de Portimão conduziu uma operação de outra natureza, no Vale da Lama, na Ria de Alvor, neste caso para detectar e identificar apanhadores ilegais de iscos utilizados na pesca, conhecidos como “minhocão”.

Durante a operação, foram apanhados em flagrante três homens de nacionalidade espanhola, em situação ilegal, na posse de 21 quilos de anelídeos, que foram devolvidos à ria.

Estes vermes, usados como isco na pesca, são animais invertebrados, com um papel importante no ecossistema aquático, “contribuindo directamente e indirectamente para a alimentação de inúmeras espécies”, explicou a Polícia Marítima.

Facebook Comments

Comentários no Facebook