Operação Residência Segura: GNR ajuda a prevenir furtos e roubos

Operação Residência Segura: GNR ajuda a prevenir furtos e roubos

896
PARTILHE
Militares vão falar com os cidadãos, distribuindo um folheto alusivo à operação ‘Residência Segura’ (Foto de arquivo)

A Guarda Nacional de Republicana (GNR), reforça o patrulhamento junto das zonas residenciais, entre 19 e 23 de Fevereiro, relembrado os cidadãos sobre os procedimentos de segurança a adoptar para prevenir situações de furto e roubo nas suas residências.

Segundo a GNR, “apesar dos crimes de furto e roubo em residência ocorrerem em diversos períodos do dia e dias da semana, existe uma especial preponderância nos dias úteis e no período da tarde, período este em que as pessoas estão ausentes das suas residências por se encontrarem nos seus empregos”.

Sendo a segurança uma responsabilidade de todos, é importante a adopção de comportamentos preventivos para contribuir para a redução desta criminalidade, assim, a GNR aconselha:

Não abra a porta de sua casa nem a do prédio sem verificar bem quem toca à campainha;

- Pub -

Quando sair de casa, feche bem todas as janelas e tranque sempre as portas e portões de acesso;

Durante a noite, mesmo estando em casa, tranque todas as janelas e portas;

Aos moradores do rés-do-chão e do 1.º andar, recomenda-se a instalação de grades de ferro nas janelas;

Todas as entradas devem estar bem iluminadas;

Não guarde objectos de valor elevado em casa ou grandes quantias em dinheiro;

Se notar presenças estranhas nas redondezas da sua casa, tente confirmar as suas suspeitas, em caso de dúvida, previna as autoridades;

Caso se confronte com um assaltante em casa, tente manter a calma, não discuta com ele e não o encare frontalmente. Procure memorizar as suas feições para as descrever às autoridades. E principalmente, não reaja!

Tenha sempre à mão os números de telefone do posto da GNR da área da sua residência. Em caso de emergência, ligue o 112.

A GNR, com o empenhamento das suas Secções de Prevenção Criminal e Policiamento Comunitário, da sua estrutura de Investigação Criminal e dos militares afectos aos Postos Territoriais, irão promover o contacto directo com os cidadãos, distribuindo um folheto alusivo à operação “Residência Segura”, o que certamente contribuirá para um aumento do sentimento de segurança, proximidade e confiança na população.

Comentários no Facebook