Faro homenageia Teresa Rita Lopes

Faro homenageia Teresa Rita Lopes

706
PARTILHE
post 26 abril dia 6
Homenagem integra o programa de comemorações do 44.º aniversário do 25 de Abril (Foto: DR)

A Biblioteca Municipal de Faro António Ramos Rosa acolhe, no próximo 6 de Abril, pelas 18.30 horas, uma homenagem à escritora, investigadora e professora farense Teresa Rita Lopes.

O evento contempla uma apresentação do cantor e poeta Afonso Dias e as prelecções de Fernanda Guerra (Casa Álvaro de Campos) e de Carina Infante do Carmo (Universidade do Algarve). Para o final ficarão as palavras do Presidente da Câmara Municipal, Rogério Bacalhau e, claro, da homenageada que, recorda-se já foi distinguida em 1999 pela Câmara Municipal com a Medalha de Mérito Grau Ouro.

Trinta minutos antes, quando forem exactamente 18 horas, também na Biblioteca, inaugurar-se-á uma exposição alusiva à vida e à obra desta escritora que é, provavelmente, a mais proeminente estudiosa de Fernando Pessoa.

A homenagem é uma iniciativa da Câmara de Faro e insere-se no programa de comemorações do 44.º aniversário do 25 de Abril.

A entrada é livre e aberta a todos.

Escritora obteve vários prémios

Maria Teresa Rita Lopes nasceu em Faro, em 1937. Entre 1969 e 1982 viveu em Paris, onde foi professora na Universidade da Sorbonne Nouvelle e onde defendeu a tese de doutoramento intitulada “Fernando Pessoa et le drame symboliste – héritage et création” (1975), publicada pela Gulbenkian em 1977. É Professora Catedrática de Literaturas Comparadas na Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa, desde 1979.

Dirigiu um grupo de investigadores que se dedicou particularmente à obra inédita de Pessoa, de quem tem publicado numerosos volumes.

A escritora obteve vários prémios, no domínio do conto, da poesia, do teatro e do ensaio, nomeadamente o Prémio Cidade de Lisboa 1988 – poesia; o Prémio Eça de Queirós 1997 – poesia; o Prémio Pen Club 1990 – ensaio; o Grande Prémio de Ensaio Unicer/Letras e Letras 1989 – ensaio; o Prémio de Teatro APE, 2001.

 

 

Facebook Comments

Comentários no Facebook