Lontra acaba de ser fotografada no Rio Gilão, uma situação rara

Lontra acaba de ser fotografada no Rio Gilão, uma situação rara [foto]

3907
PARTILHE
Lontra avistada hoje no Rio Gilão. A foto de Daniel Ferreirinha foi tirada pouco depois das 21h30.
Lontra avistada hoje no Rio Gilão. A foto de Daniel Ferreirinha foi tirada pouco depois das 21h30.

Uma lontra acaba de ser avistada no Rio Gilão e a foto foi captada há momentos junto ao cais de madeira próximo da estação rodoviária e publicada na página de FB de Daniel Ferreirinha, o jovem gerente da empresa Ourivesaria Ferreirinha de Tavira.

Foto de lontra tirada no verão de 2017 por Daniel Ferreirinha
Foto de uma lontra tirada no verão de 2017 por Daniel Ferreirinha

As lontras encontram o seu habitat na Ria Formosa mas são raras de serem vistas no Rio Gilão, pois a pureza da água é-lhes fundamental. No caso de Daniel Ferreirinha, já no passado verão, tinha tirado outra foto a uma lontra que se encontrava em cima de um barco a remos e que publicou na sua página de FB.

É sobretudo nos anos de cheias, logo a seguir às mesmas, que as lontras costumam serem vistas e fotografadas perto da ponte Romana no centro da cidade de Tavira, na Assêca e na foz da Ria Formosa perto das 4 Águas, depois disso, andam desaparecidas, por vezes durante vários anos.

LONTRAS: os lagostins é uma das suas presas preferidas
LONTRAS: os lagostins é uma das suas presas preferidas

COMO IDENTIFICAR PEGADAS DE LONTRAS

Procure: pegadas com cinco dedos marcados (em solos mais duros pode ver apenas quatro; em solos mais macios até pode ver a membrana interdigital); uma grande almofada palmar, com 6 a 8 centímetros de comprimento e 5,5 a 6 centímetros de largura; dejectos com muitos restos de lagostins (uma das suas presas preferidas).

- Pub -

Dicas: Procure por dejectos em cima de pedras que sobressaem de rios e ribeiras.

Segundo se sabe, a lontra é um animal mamífero da sub-família Lutrinae, pertencente à ordem carnívora e à família dos mustelídeos.

Vive na Europa, Ásia,África, porção sul da América do Norte e ao longo de toda a América do Sul, incluindo o Brasil e a Argentina. Seu habitat é no rio onde buscaalimentos como peixes, crustáceos, répteis e menos frequentemente aves e pequenos mamíferos.

Geralmente a lontra tem hábitos nocturnos, dormindo de dia na margem do rio e acordando de noite para buscar alimento.

Os grupos sociais são formados pelas fêmeas e seus filhotes, os machos não vivem em grupos e só se juntam a uma fêmea na época de acasalamento. O período de gestação da lontra é de cerca de 2 meses, produzindo de um a cinco filhotes.

A lontra adulta mede de 55 a 120 centímetros de comprimento (incluindo a cauda) e pesa até 35 quilos.

Embora sua carne não seja comercializada em larga escala a lontra faz parte da lista de animais ameaçados de extinção principalmente pelo alto valor da sua pele e pela depredação dos ecossistemas aos quais a lontra está adaptada.

Esse animal possui uma pelagem com duas camadas, uma externa e impermeável e outra interna usada para o isolamento térmico. O corpo por sua vez é hidrodinâmico, preparado para nadar em alta velocidade.

A lontra é capaz de assobiar, chiar e guinchar. Pode ficar submersa durante 6 minutos e ao nadar pode alcançar a velocidade de 12 km/h.

 

Facebook Comments

Comentários no Facebook