Petição pública quer recuperar o Posto da Guarda Fiscal de Cabanas de...

Petição pública quer recuperar o Posto da Guarda Fiscal de Cabanas de Tavira

907
PARTILHE
posto
‘Cabanas de Tavira também tem História!’ (Foto D.R)

Na União de Freguesias de Conceição e Cabanas de Tavira (concelho de Tavira), existe um antigo Posto da Guarda Fiscal, situado no Beco Vasco da Gama, em Cabanas de Tavira, que se encontra desactivado há décadas. Este edifício erguido no início do século XX iniciou-se como uma dependência da Guarda Fiscal e tinha como principal missão cobrar o chamado “imposto de pescador” e a prevenção do contrabando feito por via costeira. Após a extinção da Guarda Fiscal, em 1993, este tornou-se um posto de Brigada Fiscal da Guarda Nacional Republicana, e após ser desativado, passou a ser casa de férias para os guardas e suas famílias. Porém desde há décadas que foi definitivamente fechado e encontra-se abandonado e em visível estado de degradação.

A vila de Cabanas de Tavira, localizada no sotavento algarvio e no Parque Natural da Ria Formosa, remonta aos meados do séc. XVIII, onde há relatos de pequenas cabanas de colmo que serviam para guardar os apetrechos e artes de pesca. Em 1841, com o surgimento de uma armação da pesca do atum, chamada Armação da Abóbora, esta povoação desenvolveu-se devido às inúmeras famílias de diversos pontos do país que vieram trabalhar e acabaram por aqui se fixar.

Nos tempos de hoje, as pescas perderam expressão económica e social, e Cabanas de Tavira é uma vila essencialmente turística, que recebe milhares de turistas e visitantes por ano, mas nota-se o gradual desaparecimento das suas características típicas e consequentemente da sua identidade cultural. Por isso consideramos de máxima importância a preservação do posto da Guarda Fiscal para que possamos construir um espaço colectivo de pertença onde as pessoas possam conhecer a história da terra e sejam dinamizadas outras acções que possam ser de mais-valia para todos, como por exemplo ser um posto turístico e informativo aberto a todos, ou de exposições, debates, encontros e etc.

Sabendo a extrema importância da conservação do património como base para o enriquecimento das vilas e cidades portuguesas, que ao manter a sua memória viva e preservada, contribuem assim para o desenvolvimento da região seja em termos históricos, educacionais e económicos, os signatários desta petição vêm por este meio reivindicar que este edifício representativo da história da terra, e em pleno estado de abandono e degradação, seja requalificado e entregue às suas gentes para que torne um espaço cultural e informativo de usufruto para todos os habitantes e visitantes desta terra.

Para assinar esta petição basta aceder ao site abaixo indicado:

http://peticaopublica.com/mobile/pview.aspx?pi=PT86012

(Milene Alves Maria / Henrique Dias Freire)

 

Facebook Comments

Comentários no Facebook