Protecção Civil alerta para agravamento das condições meteorológicas

Protecção Civil alerta para agravamento das condições meteorológicas

938
PARTILHE
chuva
Portugal continental e os arquipélagos dos Açores e da Madeira estão a ser afectados pela passagem da depressão Gisele (Foto: DR)

Portugal continental e os arquipélagos dos Açores e da Madeira estão a ser afectados pela passagem da depressão Gisele. A Autoridade Nacional de Protecção Civil (ANPC) alertou para o agravamento das condições meteorológicas esta quarta-feira, com precipitação, intensificação do vento, queda de neve e agitação marítima.

“Prevê-se a ocorrência de precipitação, vento forte (ao longo do dia) e queda de neve a partir da cota dos 1.800 metros, diminuindo (a partir da tarde) para a cota dos 1.000 metros, nas regiões Centro e Norte”, refere a ANPC em comunicado.

Segundo o documento, a precipitação acumulada poderá atingir 30 mm entre as 00 e as 12.40 nas 12 horas seguintes, especialmente a norte do Tejo.

“O vento pode atingir rajadas máximas de 100 quilómetros/hora, podendo ser pontualmente superior nas zonas mais expostas ou elevadas”, acrescenta.

- Pub -

Para esta quarta-feira é também esperada agitação marítima forte, estando previsto que, a partir das 15 horas, as ondas sejam de oeste/noroeste e atinjam uma altura máxima de quatro a cinco metros em toda a costa, situação que se pode prolongar até 16 de Março.

A ANPC refere que devido ao agravamento das condições meteorológicas podem ocorrer danos em estruturas, queda de árvores, cheias rápidas em meio urbano, formação de lençóis de água, desabamentos ou acidentes na orla costeira, aconselhando a população a adoptar os comportamentos adequados.

Todos os distritos de Portugal continental estão esta quarta-feira sob aviso amarelo, uns devido a agitação marítima e outros por causa da chuva e vento forte, de acordo com o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA).

Segundo o IPMA, os distritos de Viana do Castelo, Braga, Bragança, Vila Real, Porto, Guarda, Viseu, Aveiro, Coimbra e Castelo Branco vão estar sob aviso amarelo devido à previsão de períodos de chuva, por vezes forte, passando a regime de aguaceiros, por vezes fortes e de granizo e condições favoráveis à ocorrência de trovoada.

O aviso para a precipitação vai estar em vigor entre as 12 e as 18 horas de quarta-feira.

Estes distritos vão estar também sob aviso amarelo devido ao vento forte com rajadas da ordem dos 90 quilómetros por hora, podendo atingir os 100 quilómetros por hora nas terras altas entre as 9 e as 15 horas de quarta-feira.

Os distritos de Santarém, Portalegre, Lisboa, Santarém, Leiria, Setúbal, Évora, Beja e Faro vão estar sob aviso amarelo até às 15 horas por causa do vento forte.

O IPMA emitiu também aviso amarelo entre as 15 horas de quarta-feira e as 6 horas de sexta-feira para toda a costa portuguesa devido à agitação marítima, prevendo-se ondas de oeste com quatro a cinco metros, passando gradualmente a ondas de noroeste.

Portugal continental e os arquipélagos dos Açores e da Madeira estão a ser afectados pela passagem da depressão Gisele, que vai trazer chuva e vento forte e agitação marítima, segundo disse à Agência Lusa a meteorologista Ângela Lourenço.

Facebook Comments

Comentários no Facebook