Casal vai de Chaves a Faro num Citroën 2 cavalos para ajudar...

Casal vai de Chaves a Faro num Citroën 2 cavalos para ajudar bombeiros

787
PARTILHE
citroen c2
Custos da viagem serão suportados pelo casal Rocha (Foto: DR)

Um casal de Arcos de Valdevez, distrito de Viana do Castelo, vai fazer entre quinta-feira e domingo a ligação entre Chaves e Faro, num Citroën 2 cavalos, em busca de apoio para os bombeiros.

Aos 62 anos, Eduardo Rocha quer aproveitar o facto de estar reformado para, com a esposa, completar um sonho com três anos e que, por força dos acontecimentos de 2017 em Portugal relacionados com os incêndios, ganhou uma nova dimensão, procurando agora ligar a cidadania à filantropia.

Filho de um bombeiro e membro da actual direcção dos Bombeiros de Arcos de Valdevez, Eduardo Rocha vai cumprir os 738 quilómetros do percurso pela Estrada Nacional 2 (EN2) num Citroën 2 cavalos, de 1983, estando o arranque simbólico marcado para quarta-feira, 25 de Abril, na praça do município da vila raiana, após o desfile comemorativo dos 44 anos da Revolução dos Cravos.

Entre Chaves, quilómetro zero da EN2, e Faro, quilómetro 738, o casal Rocha vai pernoitar em Viseu (26 de abril), Abrantes (27 de abril) e Ferreira do Alentejo (28 de Abril) antes de fechar o trajecto na cidade algarvia, sendo que os custos da viagem são suportados por ambos.

“A ideia será dormirmos nos quartéis dos bombeiros das cidades onde iremos fazer as pausas”, explicou à Lusa de uma viagem que “já surtiu efeito pelos valores oferecidos pelos patrocinadores da viagem” e cujos autocolantes “figuram na carroçaria do Citroën”, disse, orgulhoso.

Partindo para esta viagem “sem um valor em mente” quanto ao dinheiro que possam angariar, Eduardo Rocha quer também aproveitar o trajecto para “sensibilizar as pessoas para o apoio aos bombeiros”, razão porque diz “ficar também satisfeito se surgirem mais pessoas a associarem-se às corporações”.

“Em 2017 houve um grande incêndio no Parque da Peneda Gerês que foi combatido por corporações do Centro e Sul do país, que nos foram ajudar, pelo que agora quero dar o meu contributo para que possam ser elas as ajudadas, recebendo mais propostas de novos associados”, disse.

Em processo de renovação do quartel, os bombeiros de Arcos de Valdevez “precisam de 300 mil euros” para a conclusão da segunda fase das obras em curso, sendo que a iniciativa de Eduardo Rocha visa, também, “ajudar nessa angariação de fundos”.

A partida simbólica para a viagem que vai ligar Trás-os-Montes ao Algarve coincidirá também com outro projecto da corporação de Arcos de Valdevez, os “Pinguinhas”, uma escola de bombeiros para meninos dos cinco aos 10 anos, e que desfilarão pela primeira vez na quarta-feira.

Facebook Comments

Comentários no Facebook