Fam Trip ‘Redescobrir os segredos do Algarve’ mostrou potencialidades de Loulé

Fam Trip ‘Redescobrir os segredos do Algarve’ mostrou potencialidades de Loulé

388
PARTILHE

 

DSC_0439
‘Redescobrir os segredos do Algarve’ (Foto D.R)

O Barrocal, a Beira Serra e a Serra foram os pontos de passagem da última Fam Trip “Redescobrir os segredos do Algarve”, realizada na passada quinta-feira, dia 26 de Abril, organizada pela Região de Turismo do Algarve, com o apoio da Câmara Municipal de Loulé. Esta visita pretendeu mostrar a potencialidade turística destas zonas marcadas pela desertificação, mas que mostram um Algarve genuíno que mantém as suas tradições.

Pedro Pimpão, vice-presidente da Câmara, durante a recepção da comitiva nos Paços do Concelho, afirmou que “temos em marcha o projeto Loulé Criativo que tem em vista promover o turismo, aliando-o ao território. Uma das nossas grandes lutas é, sem dúvida, a coesão territorial”.

O Mercado Municipal que é um verdadeiro ex-líbris da cidade e o local mais visitado em Loulé pelos turistas nacionais e estrangeiros, foi o ponto de partida da visita. Trata-se de um espaço marcado pela diversidade dos produtos tradicionais frescos, do peixe aos legumes, passado pelo mel, enchidos e muito mais, mas no qual se destaca a beleza da sua traça arquitetónica de características neoárabes, com os seus quatro imponentes torreões.

DSC_0614
Passeio pelo concelho de Loulé (Foto D.R)

A visita seguiu pela Cerca do Convento Espírito – antigo convento de freiras franciscanas – que alberga hoje o Loulé Design Lab. Um laboratório de criação, investigação e experimentação onde são disponibilizadas condições para a formação e fixação de uma comunidade criativa, com o design como eixo de ação, com forte ligação à cultura local e em rede global com outras instituições e projetos de referência.

Após um almoço em Querença onde os participantes nesta fam trip puderam degustar algumas das tradicionais iguarias desta aldeia conhecida também pela sua gastronomia, a visita decorreu em Salir, nomeadamente no novo espaço criado na antiga escola primária que serve de posto de turismo e de área de venda de produtos tradicionais, em mais uma aposta na valorização das artes e ofícios tradicionais.

A Quinta da Tôr foi o local escolhido para o encerramento desta visita.

(Milene Alves Maria / Henrique Dias Freire)

Facebook Comments

Comentários no Facebook