Manuel Alegre em Olhão

Manuel Alegre em Olhão

440
PARTILHE

 

A OPINIÃO de JADY BATISTA; Coordenadora Editorial do J
A OPINIÃO de JADY BATISTA;
Coordenadora Editorial do J

Em abril, Olhão evoca a Revolução dos Cravos, assinalando os seus 44 anos com uma das vozes que mais se ouviu na luta pela liberdade – Manuel Alegre.

Manuel Alegre possui uma vasta obra literária que tem sido amplamente difundida e aclamada. Foram-lhe atribuídos os mais distintos prémios literários, como o Prémio de Consagração de Carreira da Sociedade Portuguesa de Autores, e em 2017, o Prémio Camões, sendo um dos nomes referenciados como um potencial Prémio Nobel.

Nascido em Águeda, em 1961, foi mobilizado para Angola. Passou seis meses na Fortaleza de S. Paulo, em Luanda, preso pela PIDE, onde escreveu grande parte dos poemas do seu primeiro livro, Praça da Canção.

manuel_alegre_©foto_luiz_carvalho
Manuel Alegre é o autor do mês de Abril na Biblioteca de Olhão (Foto: Luiz Carvalho)

Comentários no Facebook