Musical Milho por Peixe chega a Lagos

Musical Milho por Peixe chega a Lagos

642
PARTILHE

 

O espectáculo é ideal para as crianças (Foto D.R.)
O espectáculo é ideal para as crianças (Foto D.R.)

O Teatro Experimental de Lagos acolhe o musical Milho por Peixe no sábado, dia 12 de Maio. As sessões para as escolas são nos dias 10 e 11 do mesmo mês, no Auditório do Centro Cultural de Lagos. Este musical, indicado para crianças e famílias, é da autoria de André Duarte e Arantxa Joseph. Já a direcção artística e a encenação ficaram a cargo de Giacomo Scalisi.

O musical conta com música original de André Duarte e Arantxa Joseph (Foto D.R.)
O musical conta com música original de André Duarte e Arantxa Joseph (Foto D.R.)

SINOPSE:

Fatú. Uma menina que vivia numa aldeia onde se plantava e comia milho. Só milho!

- Pub -

Levada pelo sonho de um dia poder comer peixe, conhece Kudjo que vive numa aldeia de pescadores à beira-mar. Ele mostra lhe um segredo que o seu avô e o avô do seu avô foram passando de geração em geração. Kudjo pescava o peixe com uma canção e quando chegava com o barco ao sítio da enseada, cantava com muita intenção e assim fazia a magia acontecer.

Fatú e Kudjo tornam-se amigos, descobrindo juntos uma grande riqueza. Fatú tinha o milho e Kudjo, o peixe. A união de ambas riquezas tornou-se a maior riqueza de todas.

Um conto cantado e uma canção contada.

Um musical que vai do Rap ao Reggae, mexendo com ritmos Portugueses, entoando canções tradicionais Togolesas.

Um espectáculo que contribui para a cidadania global, promovendo a universalidade das culturas.

CONCEITO:

O Musical Milho por Peixe resulta de uma residência artística realizada em Janeiro de 2018, a convite de Madalena Victorino (coreógrafa e programadora cultural), onde se juntam um músico e uma bailarina ao sábio olhar artístico de Giacomo Scalisi. Cada um com qualidades e conhecimentos diversos , inspiram-se num conto recolhido oralmente na Costa Ocidental Africana, na República do Togo e criam um musical, onde a simplicidade e a autenticidade são notórios pela ausência de uma elaborada cenografia ou efeitos especiais.

Recorrendo a instrumentos de diversas culturas, este espectáculo destaca-se pela riqueza musical onde a narrativa é cantada, recorrendo a estilos universais como o Rap ou o Reggae e outros mais específicos como a Chula ou a musica tradicional Ewe do Togo. É um musical onde os protagonistas nos transportam com subtileza para os cenários da história, gerando uma envolvência que o torna interactivo.

A sua mensagem é intemporal. Sustenta valores de humanismo e cidadania global, onde a virtude está na união e na aceitação das diferenças, promovendo a mistura e cooperação entre culturas, gentes, povos e aldeias.

FICHA ARTÍSTICA:

Autoria: Arantxa Joseph

Criação: Arantxa Joseph, André Duarte e Giacomo Scalisi

Direcção Artística, Dramaturgia e Encenação: Giacomo Scalisi

Interpretação: Arantxa Joseph e André Duarte

Música Original: André Duarte e Arantxa Joseph

CONTACTOS:

Reservas Escolas: Arantxa Joseph – 964 588 588 – tocaemexe@gmail.com

Reservas Famílias: Teatro Experimental de Lagos – 962 512 133 – associacaotel@gmail.com

(Maria Simiris / Henrique Dias Freire)

Facebook Comments

Comentários no Facebook