Programa Equipamentos Urbanos de Utilização Colectiva apoia paróquias de Giões e Cachopo

Programa Equipamentos Urbanos de Utilização Colectiva apoia paróquias de Giões e Cachopo

599
PARTILHE
foto igreja
O Centro Paroquial do Cachopo terá uma comparticipação financeira de 20 mil e 465 euros do Estado (Foto: DR)

Duas paróquias do Algarve viram as suas candidaturas ao Programa Equipamentos Urbanos de Utilização Colectiva, aprovadas, são elas a de Giões, em Alcoutim, e a de Cachopo, em Tavira.

Assim, as obras de beneficiação da Igreja Paroquial de Nossa Senhora da Assunção de Giões, da responsabilidade da Fábrica Igreja Paroquial Freguesia Giões, representarão um investimento 92 mil euros e terão uma comparticipação financeira de 46 mil euros

Já o Centro Paroquial do Cachopo, da responsabilidade do Centro Paroquial de Cachopo, terá um custo de 40 mil e 930 euros, com uma comparticipação financeira de 20 mil e 465 euros.

A cerimónia de assinatura de contrato terá lugar na próxima terça-feira, 24 de Abril, pelas 11.30 horas, na Câmara de Alcoutim, e contará com a presença, entre outros, do secretário de Estado das Autarquias Locais, da directora-geral da Direcção-geral das Autarquias Locais, do Presidente da Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Algarve e dos Presidentes das Câmaras Municipais de Alcoutim e de Tavira.

Recorde-se que o Programa Equipamentos Urbanos de Utilização Colectiva, aprovado pelo Despacho 7187/2003-MCOTA, publicado no DR II série, de 11 de Abril de 2003 e o Regulamento anexo, compreende a atribuição de comparticipações, por parte do Estado, para a instalação de equipamentos de utilização colectiva, promovidos por instituições privadas de interesse público sem fins lucrativos, nomeadamente: desportivos (campos de jogos, pista de atletismo, polidesportivo, pavilhões e salas de desporto e piscinas); culturais e recreativos (culturais – sede de associação e sede de filarmónicas e recreativos – com salão de festas, com auditório, com aptidões cénicas) e equipamentos religiosos (igrejas e centros paroquiais).

 

Facebook Comments

Comentários no Facebook