Teatro Lethes celebra o Dia da Europa

Teatro Lethes celebra o Dia da Europa

748
PARTILHE
O teatro Lethes apresentou a programação anual da sala recentemente
O teatro Lethes tem por hábito comemorar o Dia da Europa (Foto D.R.)

No próximo Dia da Europa, quarta-feira, 9 de Maio pelas 21:30 horas, o Teatro Lethes apresenta uma nova discussão pública. Este ano as personalidades convidadas são o director da Companhia de Teatro de Braga, Rui Madeira e a actriz romena, Nora Covali.

O tema principal será o teatro que está a ser feito na Europa e como é que a chamada “mais humana das artes” é encarada pelos diversos estados europeus.

Como já tem sido habitual neste dia, o Teatro Lethes promove uma discussão pública sobre o sentido deste dia no património cultural europeu.

Guilherme d´Oliveira Martins, Viriato Soromenho Marques, Raquel Varela, Paulo Dentinho, Ricardo Pais Mamede ou José Barata Moura foram já oradores neste contexto de esclarecimento que o Lethes tem vindo a promover.

O Teatro Lethes, em Faro, é um dos 120 teatros que integram a _European Rout of Historics Theatres. No congresso de Estocolmo, em Setembro de 2017,desta_ Europen Rout, o serviço educativo do Teatro Lethes foi destacado como um exemplo a ser perseguido nesta área no contexto da referida_European Rout.

Informações úteis:

Bilhetes: ENTRADA LIVRE

Hora: 21h30

Duração: 150 min

Sobre os convidados:

Rui Madeira: actor, encenador e director artístico da Companhia de Teatro de Braga. Em 1980 foi um dos fundadores da CENA. Foi administrador executivo do Teatro Circo, de Braga durante largos anos. Integrou o secretariado do 1º FITEI (Festival Internacional de Teatro de Expressão Ibérica). Foi presidente do secretariado da Associação Técnica e Artística da Descentralização Teatral (ATADT). A convite do Ministério da Cultura integrou um grupo de trabalho para estudar a situação do teatro em Portugal (1996) e o Comité de Leitura para Portugal do projecto internacional “Pretexte”, de L’Association Française Action Artistique. Foi membro do Conselho de Administração da Associação Europeia Villes et Cinéma de L’Europe. Presidiu ao Conselho de Administração da Fundação Cultural Bracara Augusta, que integra o Município, as Universidades do Minho e Católica e o Cabido da Sé. Foi director do Jornal Correio do Minho. Na Universidade Católica de Braga leccionou no Curso de Estudos Artísticos e Culturais. É vice presidente da Cena Lusófona (associação para o desenvolvimento teatral no espaço da lusofonia). Tem trabalhado no teatro em Portugal, Espanha, França, Alemanha, Itália, Ucrânia, Roménia, Brasil, Angola, São Tomé, Moçambique. É prémio de carreira do Instituto de Teatro Bernardo Santareno e membro do Conselho Cultural do Município de Braga.

Nora Covali: nasceu a 15 de junho de 1977, em Piatra Neamt, Roménia. Formou-se na Academia de Teatro e Cinema “I. L. Caragiale” de Bucareste, Departamento de Interpretação. Teve inúmeros papéis no teatro, curtas e longas-metragens, alguns deles distinguidos com prémios entre os quais destacamos: Prémio de Interpretação Feminina no Festival de Cinema Estudantil “Cinemaiubit” (1996, Bucareste) para o filme Lepădaţii (Os Abandonados), dirigido por Napoleão Helmis; Prémio de Popularidade para o filme Întâmplări dintr-un oraş cu proşti (Acontecimentos de uma cidade com tolos) no Festival Nacional de Comédia (2007, Galati); Prémio de Melhor Espetáculo – 5 minute miraculoase în Piatra Neamţ (5 minutos milagrosos em Piatra Neamt) no Festival da Comédia Romena (festCo) (2010, Bucareste); O Grande Prémio – espectáculo OO! (Ovos)! no Festival Nacional de Comédia (2008, Galati). Em 2002, participou no workshop realizado por Christian Benedetti no âmbito do Festival de Teatro de Piatra Neamt. Um dos seus papéis mais importantes é a Madre Pahomia no filme Para Lá das Colinas, dirigido por Cristian Mungiu. O filme estreou no dia 19 de maio de 2012, no Festival de Cinema de Cannes, onde Cristian Mungiu ganhou o Prémio de Melhor Argumento. As atrizes Cosmina Stratan e Cristina Flutur, que interpretam os papéis principais nesse filme, dividiram o Prémio de Melhor Atriz no mesmo festival. O filme foi a proposta da Roménia ao Óscar de Melhor Filme Estrangeiro em 2013.

(Maria Simiris / Henrique Dias Freire)

Facebook Comments

Comentários no Facebook