Águas do Algarve – uma história de sucesso

Águas do Algarve – uma história de sucesso

782
PARTILHE
- 98% - Taxa de acessibilidade física do serviço de cobertura em “alta” Saneamento - 99,96% - Conformidade da água tratada - O principal objectivo deste Sistema é munir a região do Algarve com um sistema seguro, do ponto de vista da saúde pública dos cidadãos, melhorando os níveis de atendimento e promovendo a qualidade ambiental, designadamente a qualidade da água das praias, rios e lagoas do Algarve. Factor essencial para o bem-estar da população e para o desenvolvimento económico e turístico da região
– 98% – Taxa de acessibilidade física do serviço de cobertura em “alta” Saneamento
– 99,96% – Conformidade da água tratada
– O principal objectivo deste Sistema é munir a região do Algarve com um sistema seguro, do ponto de vista da saúde pública dos cidadãos, melhorando os níveis de atendimento e promovendo a qualidade ambiental, designadamente a qualidade da água das praias, rios e lagoas do Algarve. Factor essencial para o bem-estar da população e para o desenvolvimento económico e turístico da região

A qualidade e distribuição de água no Algarve registaram um melhoramento assinalável ao longo das últimas décadas, em grande parte fruto do trabalho realizado pela empresa Águas do Algarve. Se recuarmos até aos anos 90, verificamos que o cenário era bem diferente do actual e o abastecimento público de água no Algarve era efectuado directamente pelos municípios. Sendo que, em 1995, o abastecimento de água era assegurado por furos, o nível de tratamento de água era insuficiente, havia uma grande sobre-exploração de aquíferos, a água subterrânea era de menor qualidade e o controlo de qualidade efectuado à água insuficiente. Factores que contribuíam para fortes limitações, ao nível do desenvolvimento ambiental, social e económico do Algarve.

A Águas do Algarve, a Sociedade Águas do Algarve, S.A, empresa integrada no Grupo AdP – Águas de Portugal, foi criada através da fusão das sociedades Águas do Sotavento Algarvio, S.A e Águas do Barlavento Algarvio, S.A., ficando responsável pelo cumprimento dos dois contratos de concessão outorgados em 10 de Agosto de 1995, entre essas empresas e o Estado Português, relativos aos sistemas Multimunicipais de Captação, Tratamento e Abastecimento de Água do Sotavento Algarvio e do Barlavento Algarvio. Em 26 de Maio de 2001 foi assinado, entre o Estado Português e a Águas do Algarve, S.A, o Contrato de Concessão do Sistema Multimunicipal de Saneamento do Algarve, atribuindo-se à concessionária, em regime de exclusivo e por um período de 30 anos, a concessão da exploração e gestão, as quais abrangem a concepção, a construção das obras e equipamentos, bem como a sua exploração, reparação, renovação e manutenção do sistema multimunicipal de saneamento do Algarve, para recolha, tratamento e rejeição de efluentes de todos os municípios da região algarvia.

- 99 % - Taxa de acessibilidade física do serviço no abastecimento de água - 99,87% - Qualidade da água - O Sistema Multimunicipal de Abastecimento de Água do Algarve está concessionado à Águas do Algarve SA por um período de 30 anos. Este sistema, em termos de desenvolvimento de projectos e obras, teve início em 2003, com um investimento previsto na ordem dos 317 milhões de euros
– 99 % – Taxa de acessibilidade física do serviço no abastecimento de água
– 99,87% – Qualidade da água
– O Sistema Multimunicipal de Abastecimento de Água do Algarve está concessionado à Águas do Algarve SA por um período de 30 anos. Este sistema, em termos de desenvolvimento de projectos e obras, teve início em 2003, com um investimento previsto na ordem dos 317 milhões de euros

O SISTEMA MULTIMUNICIPAL DE ABASTECIMENTO DE ÁGUA

O Sistema Multimunicipal de Abastecimento de Água ao Algarve foi criado a 8 de Novembro de 2001, resultante da fusão dos Sistemas Multimunicipais de Captação, Tratamento e Abastecimento de Água do Sotavento Algarvio e do Barlavento Algarvio, que visou a captação, tratamento e distribuição de água para consumo público de todos os municípios da Região do Algarve. Já em 7 de Fevereiro de 2005 foi assinado o Contrato de Concessão do Sistema Multimunicipal de Abastecimento de Água ao Algarve, entre o Estado Português e a Águas do Algarve, com validade até 31 de Dezembro de 2025.

INVESTIMENTO DE 613,2 MILHÕES DE EUROS

A Águas do Algarve é uma concessionária em “alta” detentora das concessões de abastecimento de água para consumo humano e tratamento de águas residuais para a região do Algarve. Os municípios abrangidos pelos sistemas de abastecimento de água e de saneamento de águas residuais são os que constituem toda a região do Algarve: Albufeira, Alcoutim, Aljezur, Castro Marim, Faro, Lagoa, Lagos, Loulé, Olhão, Monchique, Portimão, São Brás de Alportel, Silves, Tavira, Vila do Bispo e Vila Real de Santo António. De destacar que os Sistemas Multimunicipais de Abastecimento de Água e de Saneamento de Águas Residuais do Algarve são dos investimentos mais importantes dos últimos anos no Algarve, dos pontos de vista do desenvolvimento sustentável, da diversidade e complexidade técnica bem como da dimensão e extensão do investimento na região.

grafico2

grafico1png

grafico2.1

grafico1.1

A totalidade dos investimentos efetuados pela Águas do Algarve até ao final de 2017 é de 613,2 milhões de euros. Um investimento com o objectivo de apostar no desenvolvimento da região e na aposta na qualidade de vida da população, o que faz com que esta empresa tenha como missão, garantir o abastecimento de água para consumo humano e o tratamento de águas residuais, de acordo com os mais elevados padrões de qualidade e fiabilidade, num quadro de sustentabilidade económica, social e ambiental.

Facebook Comments

Comentários no Facebook