Polícia Marítima de Olhão apreende pescado ilegal

Polícia Marítima de Olhão apreende pescado ilegal

694
PARTILHE
apreensao isco
Intercepção resultou de um trabalho de recolha de informação e investigação desenvolvido ao longo dos últimos dias (Foto: DR)

O Comando-local da Polícia Marítima de Olhão interceptou esta segunda-feira, 14 de Maio, na área entre a Fuseta e a Torre D’Aires, em Olhão, um indivíduo de nacionalidade espanhola que transportava numa viatura uma grande quantidade de espécies marinhas vulgarmente procuradas para isco, designadamente anelídeos (minhocão, salsichas, casulo), crustáceos (ralos) e caranguejo mouro, avaliadas em cerca de dois mil euros no circuito comercial.

“A acção de intercepção, efectuada no âmbito do controlo e fiscalização de actividades da pesca, resultou de um trabalho de recolha de informação e investigação desenvolvido ao longo dos últimos dias, por suspeita de ligação a indivíduos que a coberto de uma pesca lúdica, se dedicam à captura espécies para fins comerciais”, explica a Autoridade Marítima em comunicado de imprensa.

Da acção constatou-se a detenção e transporte de espécies em quantidades superiores ao legalmente permitido, tendo todas as capturas na posse do referido indivíduo sido apreendidas e entregues ao Instituto Português do Mar e da Atmosfera – Centro de Investigação de Marim – que manifestou interesse nos mesmos.

A este tipo de ilícito corresponde uma coima entre os 200 e os 2000 euros, bem como a sanção acessória de perda dos produtos.

Perante os factos detectados, foi ainda comunicada e solicitada colaboração à GNR – Unidade de Acção Fiscal de Olhão – para efeitos de apuramento de eventuais infracções fiscais.

Facebook Comments

Comentários no Facebook