Silves distinguida pela ONU como ‘Cidade Resiliente’

Silves distinguida pela ONU como ‘Cidade Resiliente’

338
PARTILHE
silves
A distinção foi entregue na passada semana por Milos Gubic, representante da ONU (Foto de arquivo: DR)

A Câmara de Silves foi distinguida com o título de “Cidade Resiliente”, bem como os demais municípios algarvios e a Comunidade Intermunicipal do Algarve – AMAL. A distinção foi entregue na passada semana por Milos Gubic, representante da ONU, na inauguração oficial da AlgarSafe – Feira Internacional de Protecção Civil e Socorro.

Ao todo, em Portugal, há 25 cidades que ostentam esta classificação da ONU e Silves encontra-se entre elas, sendo não apenas a cidade de Silves, mas todo o concelho que é agraciado com este título, precisamente pelas boas práticas que tem vindo a desenvolver no que toca à prevenção e preparação de resposta a catástrofes, como é o caso dos incêndios. Aliás, o esforço e empenho do Serviço Municipal de Protecção Civil de Silves tem vindo a ser distinguido por várias entidades, como foi o caso do concurso “Município do Ano – Região Algarve”, no qual ficou entre os quatro primeiros classificados com o projecto “Gestão Ambiental e Florestal da Herdade de São Bom Homem – Operação Montanha Verde e iniciativas conexas”, projecto esse que foi desenvolvido pela Protecção Civil Municipal, em conjunto com diversas entidades parceiras, entre as quais o Zoomarine, o Exército Português e o Corpo Nacional de Escutas (através dos agrupamentos do concelho de Silves – Silves, Agr. 181; A. Pêra, Arg. 587; Algoz, 1293 e SB Messines, Agr. 1339).

A campanha “Cidades Resilientes” é promovida pelo Gabinete das Nações Unidas para a Redução do Risco de Catástrofes (UNISDR) e tem como objectivo reconhecer boas práticas que contribuam para a promoção da resiliência a catástrofes, a nível local.

Presentes nesta entrega dos galardões estiveram Eduardo Cabrita, ministro da Administração Interna, Jorge Botelho, presidente da Câmara de Tavira e da AMAL, e Isilda Gomes, presidente da Câmara de Portimão e vice-presidente da Associação Nacional de Municípios Portugueses, com o pelouro da Protecção Civil e dos Bombeiros.

Comentários no Facebook