Homem que mandou atacar ex-namorada com ácido condenado a 12 anos

Homem que mandou atacar ex-namorada com ácido condenado a 12 anos

207
PARTILHE
slide tribunal de portimao
Na opinião do colectivo de juízes, o réu não demonstrou em tribunal qualquer arrependimento (Foto: DR)

O Tribunal de Portimão condenou esta quinta-feira a 12 anos de prisão o homem que em 2017 ordenou um ataque com ácido à ex-namorada perto da localidade de Alvor, em Portimão.

O colectivo de juízes do Tribunal de Portimão deu como provados os dois crimes de que Cláudio Gouveia estava acusado, condenando-o a 10 anos e seis meses de prisão por um crime de homicídio qualificado na forma tentada e a três anos de prisão por um crime de violência doméstica, aplicando-lhe a pena única de 12 anos em cúmulo jurídico.

O tribunal condenou ainda o arguido ao pagamento de uma indemnização de cinco mil euros à ex-namorada Eleanor Chessell, aplicando-lhe ainda a pena acessória de proibição de contacto com a vítima pelo período de cinco anos.

Na opinião do colectivo de juízes, Cláudio Gouveia não demonstrou em tribunal qualquer arrependimento, tendo inclusive negado todos os factos constantes da acusação.

Comentários no Facebook