Ombria Resort instala sistema de geotermia inovador (com fotogaleria) 

Ombria Resort instala sistema de geotermia inovador (com fotogaleria) 

406
PARTILHE

O Ombria Resort, o novo empreendimento de luxo, a ser construído a oito quilómetros de Loulé, apresentou na manhã desta terça-feira, dia 19 de Junho, a instalação de um sistema de geometria. Este sistema irá responder às necessidades de aquecimento e arrefecimento interior, à produção de águas quentes sanitárias e ao aquecimento de água das piscinas do complexo hoteleiro.

O complexo hoteleiro inclui o hotel Viceroy at Ombria Resort, 65 apartamentos turísticos para venda, restaurantes, centro de conferências, campos de golfe e outras infra-estruturas.

Na prática, o sistema de geotermia, utiliza a energia renovável existente sob a forma de calor no subsolo terrestre. Deste modo, permutadores de calor instalados no subsolo, possibilitarão a transferência de calor para bombas de calor geotérmicas. Para além disso, este é um equipamento reversível que pode ser utilizado tanto para arrefecimento como para aquecimento de ambientes interiores, produção de águas quentes sanitárias e aquecimento de piscinas.

“A Geometria permite um consumo mais sustentável”

- Pub -

Esta instalação trata-se de um projecto único e inovador em Portugal, a cargo da empresa portuguesa Synege, especializada em consultoria e projectos nas áreas da engenharia, geologia e energia.

Apesar de em Portugal, a geotermia de baixa profundidade ser pouco utilizada, esta apresenta provas dadas em diversos países. A principal vantagem deste sistema é a promoção do desenvolvimento sustentável da utilização energética, contribuindo para a redução significativa das emissões de CO2. Isto porque, se trata de um sistema com grande contributo renovável, com limitado recurso a combustíveis fósseis e sem emissão de gases ou fumos para a atmosfera.

Pedro Madureira, responsável pela Synege afirma que os materiais utilizados “são do melhor que há no mercado”, acrescentado que “as bombas de calor geotérmicas reduzem a emissão de gases com efeito de estufa, o que permite um consumo mais sustentável”.

“Que este projecto sirva de exemplo”

Já Carla Lourenço, directora de Serviços da Direcção Geral de Energia e Geologia, dá os parabéns pelo projecto confessando que espera que este sirva de exemplo à instalação de novos sistemas de geometria pelo país.

Julio Delgado, director geral do Ombria Resort, também marcou presença na apresentação do projecto, referindo que: “ desde o início que definimos como prioridade adoptar boas práticas para a promoção de uma eficiência energética de excelência, com respeito pelo ambiente, antecipando a necessidade de todos os edifícios do empreendimento aproveitarem a energia renovável com um mínimo impacto ambiental”.

Para além disso, o CEO, realça que “o Ombria Resort pretende ser pioneiro de uma nova geração de resorts em que o ambiente é um eixo estratégico no seu ADN. Todo o nosso projecto foi estruturado tendo como intuiti ser uma referência enquanto resort eco-friendly na Europa, e este é um passo fundamental nesse sentido.

O objectivo é o Ombria ser pioneiro de uma nova geração de resorts

Também Vítor Aleixo marcou presença no evento, confessando que “apesar do projecto se encontrar numa zona ambiental sensível, trabalha com todo o respeito”. Acrescentou ainda que as relações entre a Câmara Municipal e o Ombria têm sido, desde o início, as melhores.

O Ombria Resort prevê a abertura da primeira fase para o início de 2020 e tem como objectivo ser pioneiro de uma nova geração de resorts de baixa densidade de construção, em que a sustentabilidade, o meio ambiente e o apoio à natureza e património local são prioridades.

(Maria Simiris / Henrique Dias Freire)

Comentários no Facebook