Passeio convida a conhecer património pesqueiro da Armação do Barril

Passeio convida a conhecer património pesqueiro da Armação do Barril

362
PARTILHE
ancoras
O ‘cemitério de âncoras’ na Praia do Barril (Foto: DR)

O passeio “O património pesqueiro da ‘Armação do Barril ou Três Irmãos’”, sob a orientação da arqueóloga da Associação Lais de Guia, Brígida Baptista, vai realizar-se no próximo dia 7 de Julho, na Praia do Barril, em Santa Luzia, entre as 9.30 e as 11 horas, integrado no programa Dieta Mediterrânica Todo o Ano.

A actividade tem como objectivo dar a conhecer o património pesqueiro da “Armação do Barril ou Três Irmãos” que operou, entre 1841 e 1966, na Praia do Barril. Deste património marítimo subsistem, no local, as estruturas habitacionais, o arraial (aglomerado populacional que funcionava como uma pequena aldeia entre Abril e Setembro) e um conjunto de outros vestígios da armação de pesca do atum, como o “cemitério de âncoras” com cerca de 250 âncoras de grande porte depositadas no cordão dunar. Para além do património material, o passeio aborda, igualmente, as vivências das pessoas que aqui viveram e trabalharam.

Brígida Baptista estuda a pesca do atum no Algarve

Brígida Baptista é licenciada em Arqueologia, pela Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa; pós-graduada em Arqueologia Náutica e Subaquática, pelo Instituto Politécnico de Tomar e Universidade Autónoma de Lisboa, assim como mestre em Arqueologia, pela Universidade Nova de Lisboa. É, ainda, presidente da Lais de Guia – Associação Cultural do Património Marítimo com sede, em Santa Luzia, Tavira. Como investigadora trabalha a temática da pesca do atum no Algarve, tendo como caso de estudo a armação de atum do Barril, na vertente de património material e imaterial.

Dieta Mediterrânica Todo o Ano é um programa de actividades de salvaguarda da Dieta Mediterrânica que visa divulgar as múltiplas dimensões do estilo de vida e da paisagem cultural. Pretende-se, na perspectiva da sustentabilidade social, ambiental e económica dar a conhecer as paisagens produtivas, os alimentos, os saberes-fazeres e as ameaças à sua continuidade, assim como explorar, experimentar e saborear…

Todos os interessados deverão efectuar a sua inscrição até dia 5 de Julho, através do preenchimento do respectivo formulário. A inscrição é obrigatória, sendo o seu número limitado.

 

Facebook Comments

Comentários no Facebook