A plataforma online “Fixando” expande-se para Tavira

A plataforma online “Fixando” expande-se para Tavira

411
PARTILHE
Medida pretende facilitar a relação dos munícipes com a autarquia
A empresa foi fundada pelo empreendedor Miguel Mascarenhas (Foto: D.R.)

A mais recente plataforma online, que visa facilitar a contratação de serviços locais, fundada pelo empreendedor Miguel Mascarenhas, anuncia a expansão geográfica da plataforma para o concelho de Tavira. Deste modo, abrange novos prestadores e possibilita a contratação de serviços de diversas áreas distintas, desde remodelações, eventos e bem-estar.

Todos os residentes do concelho de Tavira terão, agora, o processo de contratação de serviços locais facilitados, através desta plataforma que, apresenta até cinco propostas de profissionais em 48 horas, em mais de 1.200 categorias de serviços.

Para os profissionais da região algarvia, pequenos empresários e freelancers, a “Fixando” é a ferramenta ideal para a angariação de mais clientes e para o aumento do volume de negócios.

David Cordeiro, responsável de marketing da empresa explica: “a extensão da “Fixando” à região do Algarve e, mais concretamente ao concelho de Tavira, aconteceu no seguimento do elevado número de inscrições de profissionais dessa zona na plataforma. Permite-nos, assim, disponibilizar aos clientes finais opções credíveis para a contratação de serviços, que podem ir desde a simples pintura interior de uma casa, à remodelação completa de uma cozinha ou, contratação de um fotógrafo profissional”.

- Pub -

Como funciona a “Fixando”:

Primeiro, e para contratar um novo serviço, o utilizador deve aceder ao site: www.fixando.pt e indicar qual o serviço que pretende contratar, preenchendo um formulário.

Posteriormente, todos os pedidos são validados pela equipa, que trata de os divulgar junto dos profissionais registados. Isto tudo dentro da sua área profissional e raio de acção (km).

Posto isto, cabe ao profissional decidir se responde ou não ao pedido. Se o fizer, poderá enviar um orçamento e mensagem personalizada, gastando entre dois a três créditos.

Por fim, o cliente vê e compara as propostas recebidas (num máximo de cinco) e os perfis dos profissionais, seleccionando o que considera mais adequado para o projecto em questão.

(Maria Simiris / Henrique Dias Freire)

Comentários no Facebook