DECO: Não estou satisfeita com a frigideira Master Copper, posso devolvê-la e...

DECO: Não estou satisfeita com a frigideira Master Copper, posso devolvê-la e receber o reembolso?

532
PARTILHE
A DECO tem recebido inúmeras queixas dos consumidores (Foto: D.R.)
A DECO tem recebido inúmeras queixas dos consumidores (Foto: D.R.)

A DECO responde…

Nada cola, tudo desliza, lava-se em segundos e dura uma vida. No anúncio televisivo, a Master Copper promete revolucionar a cozinha. No laboratório, a realidade é diferente. Juntámos no confronto duas frigideiras anti-aderentes que no último teste apresentaram desempenho elevado e preço mais reduzido (uma Silampos e outra IKEA). Não só as alegações feitas são publicidade enganosa como, nalgumas tarefas, a Master Copper tem pior desempenho do que as outras frigideiras anti-aderentes.

Quem comprou este produto e se sente enganado, tem direito a devolver o produto e a receber o dinheiro de volta. A DECO vai ajudar os consumidores que estão nesta situação. Basta inscreverem-se na página Frigideira Master Copper em: https://www.deco.proteste.pt/acoes-coletivas/frigideira-master-copper.

Também comunicámos os resultados à Direção-Geral do Consumidor e vamos informar os consumidores assim que houver novidades sobre o assunto.

A publicidade enganosa da Master Copper começa logo no nome: A frigideira não é assim tão “copper”, cobre, em inglês.

Em laboratório, concluímos que é feita de alumínio, com um revestimento anti-aderente. E consegue pior: das três frigideiras que testámos, é a única a falhar no teste normalizado para aferir a estabilidade da base quando submetida a choque térmico. A base acabou por ficar excessivamente convexa. Ao fim de algum tempo de utilização, pode ser o suficiente para resvalar numa placa de cozinha.

Se o anúncio queria muito fazer-nos ver para crer, depressa o passa-palavra entre os utilizadores confirmou o que parecia à partida óbvio: a Master Copper não era um sonho de frigideira. E os consumidores manifestaram a sua revolta. Os desabafos multiplicaram-se pela net e chegaram até aos nossos meios de reclamação.

Facebook Comments

Comentários no Facebook