Ministro das Infraestruturas garante que requalificação da EN125 irá avançar

Ministro das Infraestruturas garante que requalificação da EN125 irá avançar

418
PARTILHE
O governante aproveitou a visita ao Algarve para apresentar as obras da Ponte Internacional do Guadiana (Foto: D.R.)
O governante aproveitou a visita ao Algarve para apresentar as obras da Ponte Internacional do Guadiana (Foto: D.R.)

As obras urgentes na Estrada Nacional 125, no Sotavento Algarvio, entre Olhão e Vila Real de Santo António, terminaram na passada quarta-feira, dia 25 de Julho. O ministro do Planeamento e das Infraestruturas, Pedro Marques, marcou presença no local, garantindo que as restantes obras na via irão avançar, mesmo após a recusa do visto por parte do Tribunal de Contas, à renegociação do contrato entre a Infraestruturas de Portugal e a concessionária Rotas do Algarve.

Apesar do chumbo, o Governo recorreu, e Pedro Marques revela estar preparado para qualquer que seja o desfecho. “A situação da concessão é conhecida por razões legais e nesta altura temos um recurso pendente no Tribunal de Contas. Temos uma estratégia para o caso de vencermos o recurso, como esperamos, e outra se não se vier a verificar”, afirma ao Correio da Manhã.

Ainda segundo a mesma fonte, Pedro Marques referiu que a prioridade na estrada é a variante de Olhão, que já se encontra em fase de estudos. “Estamos a fazer o estudo prévio que nos permite receber, a seguir, a declaração de impacte ambiental. O estudo prévio deve ficar concluído entre Agosto e Setembro. Depois, em 2019, é fazer o projeto de execução e depois a obra”, declara.

As obras urgentes da EN125 terminaram no dia 25 de Julho (Foto: D.R.)
As obras urgentes da EN125 terminaram no dia 25 de Julho (Foto: D.R.)

Já relativamente às obras urgentes, entre Olhão e a Praia Verde, de Castro Marim, que rondaram os 248 mil euros, o ministro afirma, ao Correio da Manhã, que: “foram concluídas em dois meses, um prazo curtíssimo”.

- Pub -

Para além disto, o governante recordou ainda que a próxima obra estrutural a avançar é a ponde da Almargem, em Tavira. “Iniciará já depois da época alta, para não prejudicar as condições de tráfego e terá um valor de 500 mil euros”, esclareceu.

O ministro das Infraestruturas aproveitou ainda a visita ao Sul para apresentar as obras de requalificação da Ponte Internacional do Guadiana, que liga Portugal a Espanha. Obras essas que deverão estar concluídas durante o ano de 2019.

“Nós vamos continuar a trabalhar. As pessoas sabem que a 125 não está igual àquilo que estava quando chegámos ao Governo. O resto da 125 há de melhorar e vai melhorar muito”, finaliza Pedro Marques.

“Não estamos desatentos da situação da nossa ferrovia”

Pedro Marques, em declarações, afirma que as linhas ferroviárias, nomeadamente a do Algarve, tem “perturbações”, que espera que “mudem em breve.”

Relativamente a esta questão, o governante assegurou: “Temos perturbações relativas ao material circulante, mas já informei o presidente da Comboios de Portugal que vamos alugar mais material circulante. No futuro, vamos também fazer um concurso de aquisição desse material. Também o Governo já aprovou e autorizou um concurso para mais 50 técnicos de manutenção ferroviária. Nós não estamos desatentos da situação da nossa ferrovia”.

(Maria Simiris / Henrique Dias Freire)

Facebook Comments

Comentários no Facebook