Sebastião Cavaco apresenta a exposição “O Grito do Silêncio” em Faro

Sebastião Cavaco apresenta a exposição “O Grito do Silêncio” em Faro

250
PARTILHE
Esta é a primeira vez que o artista expõe no Algarve (Foto: D.R.)
Esta é a primeira vez que o artista expõe no Algarve (Foto: D.R.)

Até dia 31 de Julho, a exposição denominada “O Grito do Silêncio” está patente na Sala de Exposições da Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Algarve (CCDR Algarve), em plena baixa de Faro. Esta é uma exposição que junta o desenho, a pintura e a fotografia, todos da autoria do jovem de 25 anos, Sebastião Cavaco.

Segundo o que o artista contou ao POSTAL, o título da exposição “Grito do Silêncio” surgiu por “vários motivos. “Quando crio, estou sozinho, em silêncio e esse é o siêncio fundamental que preciso para conseguir transmitir as ideias para a tela. O título surge da ideia de chegar ao topo de uma rocha e conseguir avistar-se o horizonte”, explica.

A exposição conta com uma dezena de obras com um tema comum, a rocha, onde sobressaem duas pinturas que transmitem a visão jovem que o artista tem do mundo e, com a qual procura que a vertigem humana pelo palavreado se sobponha a uma calmaria frenética pelas particularidades pictóricas das imagens.

Apesar de Sebastião Cavaco ter começado a fotografar ainda em adolescente, para ele, a fotografia é “mais fácil, um ponto para começar” sendo que “o desenho é o corpo e, o arrasto, a pintura”.

- Pub -

A acompanhar as suas obras e a complementar toda a exposição, há uma interpretação musical de André Leiria. Este produtor de música, amigo do pintor, cria uma atmosfera que dialoga com tudo o que rodeia o espaço, as pinturas, o público, as janelas e o pó.

Esta é uma exposição integrada na Programação do Ano Europeu Património Cultural AEPC 2018. Está aberta todos os dias da semana, entre as 10 e as 19 horas e a entrada é livre.

A entrada é livre (Foto: D.R.)
A entrada é livre (Foto: D.R.)

Questionado sobre quais as suas inspirações, Sebastião Cavaco diz que as ideias apenas lhe surgem e que nem ele próprio sabe de onde. Para o futuro, o pintor planeia uma exposição em Lisboa.

Sebastião Cavaco, de 25 anos, é pintor e fotógrafo. Apesar de ser natural de Lisboa e de sempre ter lá vivido, possui uma costela farense. Começou por estudar Arquitectura, mas cedo percebeu que era na Pintura que se sentia realizado, tendo trocado a primeira opção pelo curso na Faculdade de Belas Artes em Lisboa. Participou em duas exposições colectivas, sendo que a primeira individual se realizou em Castelo Branco.

Para mais informações do artista:

Site: https://sebastiaorcavaco.com/;

Instagram: https://www.instagram.com/sebastiaorcavaco/.

(Maria Simiris / Henrique Dias Freire).

Comentários no Facebook