Alcoutim integra dispositivo de combate a incêndios no Algarve

Alcoutim integra dispositivo de combate a incêndios no Algarve

228
PARTILHE
bombeiros alcoutim
Há 885 bombeiros na DECIR (Fotos: D.R.)

Alcoutim foi um dos municípios signatários do protocolo de cooperação para a constituição do dispositivo especial de combate a incêndios rurais – DECIR/2018, para a região algarvia. a participação do concelho foi aprovada, no dia 11 de Julho, em reunião do executivo.

O protocolo foi aprovado em sede da AMAL, no dia 15 de Junho, e visa estabelecer, no período mais vulnerável à ocorrência de incêndios rurais (15 de Maio a 15 de Outubro), todos os critérios e procedimentos relativos ao financiamento às entidades detentoras dos Corpos de Bombeiros. Isto, de maneira a assegurar a constituição do DECIR Algarve. Constituição essa que irá permitir abordar as fases de maior empenhamento com elevado grau de segurança e eficácia, tendo por base o histórico e a previsibilidade de ocorrências.

O Algarve, a exemplo de anos anteriores, de maneira a fazer face aos riscos dos incêndios rurais, estabelece um Dispositivo Especial e transversal a todo o distrito, que envolve um conjunto de entidades: Autoridade Nacional de Protecção Civil, Federação dos Bombeiros do Algarve, Municípios do Algarve (AMAL) e detentores dos vários Corpos de Bombeiros. Dispositivo que tem vindo a demonstrar o elevado grau de eficiência e resolução de ocorrências, através de um ataque inicial reforçado.

Deste modo, e segundo o documento, todos os municípios do Algarve comprometem-se a atribuir um complemento diário de 18 euros a 885 bombeiros integrantes do DECIR.

Cada um dos 16 municípios terá um encargo financeiro total de cerca de 29 mil euros, a serem transferidos à Federação de Bombeiros do Algarve. Dinheiro que será destinado a comparticipar o pagamento dos serviços efectuados pelos bombeiros.

(Artigo publicado no Caderno de Alcoutim)

Facebook Comments

Comentários no Facebook