Castro Marim encheu-se de encanto no regresso à Idade Média

Castro Marim encheu-se de encanto no regresso à Idade Média [com fotogaleira]

246
PARTILHE

A vila de Castro Marim transformou-se numa vila encantada, entre 22 a 26 de Agosto. Os Dias Medievais vestiram o Castelo de Castro Marim com a luz encantada das tochas e espalharam pela vila o ritmo da música profana, transportando os visitantes para uma época contraditória, simultaneamente bárbara e culta, palco de acontecimentos e decisões que ficaram na história e de magníficas produções culturais e artísticas.

Com um recinto alargado durante as últimas duas edições, os Dias Medievais em Castro Marim, já na sua 21ª edição, apostam também numa programação de qualidade, trazendo ao evento cerca de 30 grupos de animação, nacionais e internacionais, grandes espectáculos, como os torneios medievais a cavalo, e recriações de mais de 45 profissões da época. A salientar a participação de jovens artesãos do concelho, que têm promovido e reinventado antigos mesteres, num trabalho de valorização do património cultural imaterial do território.

No campo das novidades, os Dias Medievais em Castro Marim aumentaram também o espaço de animação infantil, com novas atividades e jogos, e foram um evento do projecto Eco Evento da ALGAR (empresa responsável pelo Sistema de Valorização e Tratamento de Resíduos Sólidos Urbanos do Algarve), com o propósito de garantir que os resíduos recicláveis produzidos sejam encaminhados para reciclagem, minimizando a pegada ecológica.

Outra das grandes atracções dos Dias Medievais em Castro Marim é a Exposição de Instrumentos de Tortura e Punição, no Paiol do Castelo, um projecto FOURTOURS, co-financiado pelo Interreg V-A, apoiado pela União Europeia, co-financiado a 75% pelo FEDER, e que só nesta edição recebeu 7.000 visitantes.

O banquete medieval continua a ser uma das ofertas mais apetecidas dos Dias Medievais. Mediante reserva, dá a provar aos convivas as melhores iguarias da época, num espaço exclusivo, no chamado Castelo Velho, e por onde passam todos os grupos de animação do evento. Este ano, o Banquete Medieval acolheu cerca de 1000 pessoas.

Pelas ruas e ruelas de Castro Marim, durante estes cinco dias viveu-se o quotidiano do homem da Idade Média, com a representação de todas as classes que estruturavam a sociedade na época – clero, nobreza, burguesia e povo. Guerreiros, cavaleiros, malabaristas, zaragateiros, cuspidores de fogo, contadores de histórias, gaiteiros, equilibristas, espadachins e contorcionistas, entre muitos outros personagens, coloriram o resto do cenário medieval.

Os residentes do concelho de Castro Marim tiveram acesso gratuito a todo o evento, bem como os figurantes devidamente trajados.

De destacar a participação das associações locais, que exploraram os parques de estacionamento e as tasquinhas no castelo e no mercado medieval, com ementas repletas de iguarias da época, angariando importantes fundos para as suas actividades anuais.

Os Dias Medievais de Castro Marim são uma organização do Município de Castro Marim, em pareceria com a Empresa Municipal Novbaesuris e Associações Locais, com os apoios institucionais da Região de Turismo do Algarve, Direcção Regional de Cultura, Ayuntamiento de Cortegana, Ville de Guérande, Centro Comercial Tavira Gran-Plaza e Delta Cafés.

Facebook Comments

Comentários no Facebook