Mare Nostrum – A Fotografia por uma causa

Mare Nostrum – A Fotografia por uma causa

295
PARTILHE

 

Paulo Côrte-Real; Presidente da ALFA
Paulo Côrte-Real;
Presidente da ALFA

Decorridos cerca de 3.500 milhões de anos sobre o surgimento dos oceanos, inúmeros ecossistemas aquáticos e terrestres foram surgindo, no entanto, os oceanos continuam a ser fundamentais para o equilíbrio e a sustentabilidade de toda a biodiversidade da Terra. Cobrindo mais de 70% da superfície do planeta, os oceanos possuem uma grande importância ecológica, climática e até económica. No entanto, até agora temos assistido, de forma “passiva”, à sua destruição por parte do maior predador do planeta: o ser humano.

Assumindo-se no topo da cadeia alimentar, como o mais hábil, o mais capaz e o mais inteligente, o ser humano tem poluído, saqueado, mutilado, causado alterações morfológicas e genéticas, extinto espécies e esventrando as suas profundezas para a extração de crude. O ser humano tem-se esquecido que a par dos direitos, existem deveres – deveres de um usufruto responsável e sustentável.

Os mares e os oceanos são parte importante do património natural, razão pela qual temos de zelar pela sua preservação, sob pena de risco de perda da biodiversidade do nosso planeta.

Paulo Corte-Real_CulturaSul
A exposição de fotografia Mare Nostrum presta homenagem a mar português (Foto: D.R.)

Não se demitindo das suas responsabilidades artísticas, culturais e sociais, a ALFA leva a efeito na Galeria Arco, até dia 7 de setembro, a exposição de fotografia Mare Nostrum como forma de homenagear o mar português. Sob o olhar de dez fotógrafos pretende-se mostrar a sua beleza, diversidade paisagística, em suma, despertar consciências. Como linguagem universal, a fotografia comunica, informa, mostra, sensibiliza, toca, educa, documenta, contribui para a construção da memória coletiva.

Participam na exposição: António Bernardes, Carlos Cruz, Dário Agostinho, Eduardo Pinto, Marco Pedro, Mauro Rodrigues, Paulo Côrte- Real, Saúl Lopes, Teresa Palaré e Vitor Azevedo.

(Artigo publicado no Caderno Cultura.Sul de Agosto)

Facebook Comments

Comentários no Facebook