GENTES DO MERCADO – Sorrisos e Expressões Proverbiais

GENTES DO MERCADO – Sorrisos e Expressões Proverbiais [com fotogaleria]

340
PARTILHE

A pensar na Convenção de Faro…

No âmbito da VI Edição da Feira da Dieta Mediterrânica que aconteceu em Tavira, de 6 a 9 de setembro, a Direção Regional de Cultura do Algarve e a Associação Internacional de Paremiologia organizam “Gentes do Mercado – Sorrisos e Expressões proverbiais”, um projeto de dinamização sócio-cultural do Mercado Municipal de Tavira, lugar de encontro para a comunidade local que aqui chega para comprar os produtos frescos do dia ou para um dedo de conversa. O Mercado Municipal de Tavira integra um mercado retalhista e um mercado de produtores (grossista) e algumas lojas com diferentes áreas de actividade. Um mercado repleto de verduras, frutas, peixe, carne e enchidos, queijos, mel, doçaria e ainda a “neve de Tavira”, a famosa flor de sal proveniente das Salinas existentes logo ali ao lado.

Mas é mais do que isso, a somar aos produtos frescos e aos “saberes fazer” associados – por exemplo a empreita, o escalar do peixe, ou os segredos das estrelas de figo – existem os vendedores, os verdadeiros protagonistas deste projeto.

“Gentes do Mercado” constituiu um processo dinâmico que contou com a participação dos vendedores, que foram integrados na sua génese e perceberam a ideias basilares do mesmo: proporcionar uma nova dinâmica cultural no mercado, promover os valores associados ao modus vivendi da Dieta Mediterrânica e acima de tudo dar destaque aos que “fazem o mercado”, através das suas relações, laços de convivialidade e sorrisos; devolvendo a estas pessoas um pouco do que estas dão a cada freguês que ali chega: uma ameixa, um figo ou um sorriso e uma palavra amável.

As pessoas, as suas relações e valores humanos foram colocados no cerne da proposta cultural.

Iniciativa que integrou percursos orientados no mercado, pela Associação Internacional de Paremiologia, que consistiram em conversas informais com os vendedores e utilizadores, através de expressões proverbiais, essas “cápsulas de sabedoria”, de tradição oral, associadas a práticas culturais intemporais.

Este é um projeto que contou com o enorme empenho e generosidade da Designer Alexandra dos Santos – responsável pela identidade visual dos materiais gráficos -, o apoio da Câmara Municipal de Tavira e colaboração do fotógrafo Vítor Pina.

Gentes do Mercado é um projeto integrado no AEPC 2018 – Ano Europeu do Património Cultural – que pretende contribuir para destacar a importância das comunidades locais na valorização do património cultural, indo ao encontro dos princípios da Convenção de Faro, pois tenta reflectir e entender o património cultural como factor de aproximação, de diálogo, de coesão social e de uma cidadania cada vez mais inclusiva.

Este tratado assinado pelos Estados Membros do Conselho da Europa, em 2005, na então Capital Nacional da Cultura – Faro – apresenta-nos uma visão holística da noção de património, pois para além do património material e imaterial integra também os valores, significados e usos desse mesmo património pela sociedade.

Com a Convenção de Faro, a tónica passa a ser a da preservação do património como um instrumento de promoção da qualidade de vida das pessoas e comunidades. Este é o espírito da convenção: a utilização do património para a criação de sociedades mais justas, mais fortes e democráticas.

Este imenso património imaterial que integra o modus vivendi da Dieta Mediterrânica e do qual nós fazemos parte deve ser valorizado, pois só assim será transmitido às próximas gerações.

O projeto “Gentes do Mercado” poderá ser visitado no Mercado Municipal de Tavira até ao dia 31 de dezembro de 2018.

(Artigo publicado no Caderno Cultura.Sul de Setembro)

Facebook Comments

Comentários no Facebook