Greve de enfermeiros: dois serviços encerrados e 40 cirurgias canceladas no Algarve

Greve de enfermeiros: dois serviços encerrados e 40 cirurgias canceladas no Algarve

332
PARTILHE
A paralisação nacional repete-se nos dias 16, 17, 18 e 19 de Outubro (Foto: D.R.)

As duas unidades de cirurgia ambulatória dos hospitais de Portimão e Faro estão esta quarta-feira, 10 de Outubro, encerradas devido à greve dos enfermeiros, que provocou também o cancelamento de 40 cirurgias, indicou o dirigente sindical, Nuno Manjua.

“A adesão no Centro Hospitalar e Universitário do Algarve é de 81%, há dois serviços que estão a 100% e nos outros vieram trabalhar muito poucos enfermeiros”, disse o coordenador no Algarve do Sindicato dos Enfermeiros Portugueses (SEP).

Ao todo, foram canceladas 40 cirurgias, quer nas unidades de ambulatório de Faro e Portimão, serviços que têm hoje só três enfermeiros, quer nos blocos operatórios centrais, onde estão apenas a ser realizadas as cirurgias urgentes, adiantou aquele responsável aos jornalistas.

“Tendo em conta a elevada adesão e o que foi cancelado [a greve] está a ter um impacto grande”, sublinhou à Lusa, apelando à compreensão das pessoas afetadas, já que os enfermeiros “não fazem greve porque querem, mas porque são empurrados para isso”.

Comentários no Facebook