Ossadas humanas descobertas no Largo de São Pedro vão para o Museu...

Ossadas humanas descobertas no Largo de São Pedro vão para o Museu Municipal de Faro

556
PARTILHE

Obras no Largo de São Pedro dão origem a descoberta de cinco ossadas (Foto de arquivo D.R.)

Os trabalhos de requalificação do Largo de São Pedro, em Faro, originaram a descoberta de cinco ossadas humanas, desde quinta-feira. Dos achados, sabe-se, apenas, que o mais recentemente encontrado tratava-se de um idoso.

Henrique Gomes, chefe de Gabinete da Câmara Municipal de Faro, afirma que “a situação já era expectável numa zona histórica, como a área que rodeia a igreja matriz, um espaço religioso antigo, mas não sabíamos que íamos, efectivamente, encontrar ossadas”. Embora os constrangimentos causados, Henrique Gomes garante a continuação dos trabalhos no Largo de São Pedro, porém “com foco noutras áreas que já estavam previstas e que asseguram a rapidez no processo de conclusão da obra, sem influenciar o deslocamento e transporte das ossadas descobertas”.

O chefe de Gabinete da Câmara Municipal de Faro desmitificou, ainda, a questão em torno do procedimento posterior a realizar com os achados, sendo já certo que “os mesmos serão encaminhados para o Museu Municipal de Faro, com o apoio técnico de um antropólogo e arqueólogo forense e com o acompanhamento por parte da equipa da Direção Regional de Cultura”.

- Pub -

Segundo a mesma fonte, os trabalhos na zona religiosa estão previstos serem retomados no prazo máximo de dois dias.

A obra de requalificação do largo de São Pedro, em Faro, está orçamentada em 60 mil euros e o fim do actual ano civil é a data limite definida para a sua conclusão. Este investimento visa dar uma nova centralidade à zona, libertando-a do trânsito automóvel.

(Miguel Lourenço / Henrique Dias Freire)

Facebook Comments

Comentários no Facebook