PSP detém suspeitos de tráfico de droga e furtos em hostels no...

PSP detém suspeitos de tráfico de droga e furtos em hostels no distrito de Faro

268
PARTILHE
Suspeita vendia droga a estrangeiros e jovens na zona de diversão nocturna de Faro (Fotos: D.R.)

A PSP de Faro deteve duas pessoas suspeitas de tráfico de droga na capital de distrito, anunciou esta terça-feira, 3 de Outubro, a força de segurança, que interceptou em Olhão outras duas pessoas suspeitas de furtos em viaturas e hostels.

As detenções foram feitas “nos últimos dias” e envolvem uma mulher que alegadamente vendia haxixe a estrangeiros e jovens na zona de diversão nocturna de Faro, e um homem sobre o qual recaem suspeitas de tráfico de cocaína numa zona residencial da cidade, precisou o Comando Distrital de Faro da PSP num comunicado.

“A principal suspeita, entretanto detida, residia na cidade de Faro e desenvolvia grande parte da sua actividade ilícita na baixa da cidade, vendendo droga a jovens e estrangeiros que se deslocavam à noite para os bares da referida zona”, contextualizou a PSP.

A mesma fonte adiantou que a mulher “foi detida na posse de algumas doses de haxixe” e nas buscas efetuada à sua residência e a outros dois locais foi ainda “apreendido um total de cerca de 360 doses” da mesma droga, bem como “material utilizado para o acondicionamento e comercialização do estupefaciente”.

“A outra detenção, realizada também por elementos da Esquadra de Investigação Criminal, ocorreu também na manhã de terça-feira. O suspeito foi intercetado na posse de 115 doses de cocaína, sendo do conhecimento da PSP que o mesmo desenvolvia a sua atividade ilícita em zona residencial da cidade”, quantificou ainda a PSP.

Dos detidos por diversos furtos em hostels

Por outro lado, a PSP de Faro e a de Olhão colaboraram numa investigação que permitiu a intercepção de duas pessoas alegadamente “responsáveis por diversos furtos em hostels e em interior de viaturas de mercadorias”.

Autoridades conseguiram recuperar o material furtado

Uma delas foi detida “através de mandado da autoridade judicial” e a outra constituída arguida, revelou ainda a força de segurança.

A PSP salientou que foi possível “recuperar parte do material entretanto retirado ilicitamente” e devolvê-lo depois aos legítimos proprietários.

O Comando de Faro da PSP destacou a importância das informações disponibilizadas pelas comunidades para combater estes fenómenos criminais e deter os responsáveis, e considerou que as detenções agora anunciadas permitem “reforçar a tranquilidade pública” nas duas cidades do distrito de Faro, segundo noticia a Agência Lusa.

Facebook Comments

Comentários no Facebook