Antigo docente é suspeito de ameaça de bomba na UAlg

Antigo docente é suspeito de ameaça de bomba na UAlg

735
PARTILHE
Suspeito terá algum litígio com a Reitoria da Universidade do Algarve (Foto: D.R.)

[Em actualização] Uma ameaça de bomba na Universidade do Algarve obrigou à evacuação de alguns edifícios do Campus da Penha, esta quarta-feira de manhã, de alunos, professores e funcionários que tiveram que aguardar no exterior do campus.

Segundo António Guerreiro, director da Escola Superior de Educação e Comunicação do Campus da Penha, “a ameaça de bomba terá sido feita por um antigo docente da Universidade do Algarve” que terá sido levado para a esquadra de Faro.

O alegado suspeito poderá ter sido um docente que se encontrava de baixa médica e que se terá deslocado aos serviços técnicos da Universidade dizendo que tinha uma bomba e avançando com uma ameaça. Esta informação carece ainda de confirmação oficial por parte da UAlg e da própria PSP.

Segundo ainda o Jornal de Notícias, o suspeito, que terá conflitos por resolver com a universidade, terá feito um telefonema para o estabelecimento de ensino e para a PSP e terá indicado que estava uma bomba numa sala da Escola Superior de Educação e Comunicação.

O alerta foi recebido cerca das 11.30 horas, segundo o comandante da divisão da PSP de Faro, Hugo Marado, e a brigada de minas e armadilhas da PSP esteve no local a investigar a ocorrência, num total de 25 elementos da PSP.

Feitas as buscas, a PSP não encontrou qualquer engenho explosivo e a situação foi considerada normalizada por volta das 15 horas.

Trata-se da segunda ameaça de bomba no Algarve em uma semana, depois de na passada quarta-feira o centro comercial AlbufeiraShopping também ter sido evacuado devido a um falso alarme conforme noticiou o POSTAL.

 

Facebook Comments

Comentários no Facebook