Avança posse de casas ilegais na Ria Formosa, donos queixam-se de “contradições”

Avança posse de casas ilegais na Ria Formosa, donos queixam-se de “contradições”

308
PARTILHE
Sociedade Polis Litoral Ria Formosa avançou com a tomada de posse administrativa de sete construções (Foto: Luís Forra / Lusa)

A tomada de posse de sete construções ilegais nos núcleos dos Hangares e do Farol, na ilha da Culatra, acabou por avançar esta terça-feira, 6 de Novembro, no âmbito de um processo marcado por “contradições”, disse à Lusa o presidente de uma associação.

O presidente da Associação da Ilha do Farol de Santa Maria, Feliciano Júlio, tinha dito à Lusa que a tomada de posse de 12 construções, prevista para hoje, tinha ficado sem efeito depois de o Tribunal Administrativo e Fiscal de Loulé ter aceitado novas providências cautelares interpostas pelos proprietários.

Contudo, segundo aquele responsável, a Sociedade Polis Litoral Ria Formosa acabou por avançar hoje com a tomada de posse administrativa de sete construções – três no núcleo do Farol e quatro nos Hangares -, um procedimento que Feliciano Júlio diz “não entender” e que classifica como contraditório.

“Os advogados dos proprietários dizem que a Polis, em determinados casos, não podia ter tomado a posse administrativa das casas. Não entendemos como é que isto aconteceu”, referiu, sublinhando que não estão previstas mais tomadas de posse, uma vez que parte dos proprietários já tinham sido notificados.

Comentários no Facebook