Fundador da Brigada Victor Jara é convidado “Dos Sabores da Cultura” em...

Fundador da Brigada Victor Jara é convidado “Dos Sabores da Cultura” em Loulé

366
PARTILHE
“Zé Maria” é um dos fundadores, em 1975, da Brigada Victor Jara (Foto: D.R.)

José Maria Vaz de Almeida, mais conhecido por “Zé Maria”, residente em Loulé desde a década de 80 do século passado, é o próximo convidado da rubrica do Cine-Teatro Louletano “Dos Sabores da Cultura”, a ter lugar na próxima quinta-feira, 22 de Novembro, pelas 21 horas, naquela sala de espectáculos.

Público ficará a conhecer o homem, o cidadão, mas também o músico que é “Zé Maria” num ambiente por norma informal e intimista, descontraído e com o convidado e o público juntos em palco.

Trata-se de um espaço por excelência onde os prazeres do corpo (neste caso da gastronomia local) se juntam aos prazeres do espírito (música) e onde acontece sempre uma noite envolvente com muitas “estórias” e acordes, entre familiares, amigos e admiradores.

“Zé Maria” é um dos fundadores, em 1975, da Brigada Victor Jara, e continua até hoje com o seu percurso artístico muito marcado pela música tradicional portuguesa e de intervenção.

- Pub -

O convidado é natural de Viseu e estudou na Universidade de Coimbra, onde conheceu os restantes jovens companheiros que em 1975 criaram a Brigada, a saber: Né Ladeiras, Jorge Seabra, Amílcar Cardoso, Jorge Santos, João Ferreira e Joaquim Caixeiro. Em 1977, seria editado o primeiro disco do projeto, intitulado “Eito Fora – Cantares Regionais”, que marcou um novo tempo na música urbana inspirada nas sonoridades tradicionais. Depois de cinco anos como membro do grupo, a partir dos anos 80 José Maria Vaz de Almeida inicia o seu percurso como professor do 1.º ciclo e mais tarde como docente da disciplina de Educação Visual em várias zonas do país, conciliando-o com o de músico e animador nos tempos livres.

A partir de 1985 vem viver para o Concelho de Loulé e durante mais de 20 anos lecciona na freguesia de Salir onde se efetiva como professor. Mesmo depois de aposentado, a sua veia musical continua viva, sendo variadas as suas referências e influências artísticas, onde José Afonso, Fausto, Adriano Correia de Oliveira e Sérgio Godinho ocupam um lugar muito especial.

O encontro tem uma duração aproximada de 120 minutos e dirige-se a maiores de 6 anos, sendo que a entrada é gratuita.

Para mais informações os interessados podem contactar o Cine-Teatro Louletano pelo telefone 289 414 604 (terça a sexta-feira, das 13 às 18 horas) ou pelo email cinereservas@cm-loule.pt. Além disso, podem consultar a sua página de facebook ou o seu renovado website, ambos em permanente atualização, bem como a sua conta no instagram (cineteatrolouletano).

O Cine-Teatro Louletano é uma estrutura cultural no domínio das artes performativas da Câmara Municipal de Loulé e está integrado na Rede Azul – Rede de Teatros do Algarve e na Rede 5 Sentidos.

Facebook Comments

Comentários no Facebook