Morreu de frio à espera do cão, depois de ser expulso de...

Morreu de frio à espera do cão, depois de ser expulso de esquadra de polícia inglesa

457
PARTILHE
Dormiu à porta do canil da polícia à espera do cão, “que era tudo para ele” (Foto D.R.)

Um sem-abrigo morreu de hipotermia, depois de ser expulso e forçado a esperar que o seu cachorro fosse libertado de um canil policial.

Pericles Malagardis, conhecido como Peri, foi para a delegacia de polícia de Uxbridge, em Inglaterra, depois de sair do hospital para ir buscar o seu cachorro, Django, que era “tudo para ele”.

O homem de 63 anos foi informado de que não poderia levar Django naquela noite, e que teria que esperar até à manhã seguinte, conforme noticiou na passada sexta-feira o jornal inglês Metro.

O homem foi expulso da esquadra pelo agente Bhupinder Kalsi, que foi entretanto demitido, nas primeiras horas da madrugada, quando as temperaturas caíram para perto de zero graus.

Comentários no Facebook