Protecção Civil de Loulé sensibiliza para cheias e inundações

Protecção Civil de Loulé sensibiliza para cheias e inundações [com fotogaleria]

191
PARTILHE

Durante o mês de Outubro, a Câmara Municipal de Loulé, através do Serviço Municipal de Proteção Civil, promoveu por mais um ano consecutivo o programa de sensibilização e informação pública sobre o risco de cheias e inundações no concelho, nomeadamente nas zonas suscetíveis a este tipo de fenómeno.

O programa de sensibilização contou com a cooperação do Corpo de Bombeiros de Loulé e foi consertada de forma a proporcionar um contacto direto com a população nas zonas do Município mais vulneráveis a este tipo de fenómeno, com destaque para as freguesias de São Clemente, São Sebastião, Boliqueime, Almancil e Quarteira.

Nestes locais foram distribuídos folhetos e cartazes sobre os comportamentos preventivos e de auto-protecção. Os técnicos municipais deixaram ainda conselhos à desobstrução  e monotorização dos sistemas de escoamento das águas pluviais e retirada de inertes e outros objetos que possam ser arrastados ou criem obstáculos ao livre escoamento das águas entre outros. A constituição de um kit de emergência (rádio e lanterna a pilhas, pilhas, material de primeiros socorros, alimentos, cópia dos documentos de identificação e de saúde, etc.) e a criação de seguro para as habitações ou comércios e respetivo recheio foram igualmente sugestões feitas à população.

Esta acção enquadra-se na estratégia municipal de sensibilização, uma vez que, como consideram os responsáveis, “uma comunidade informada é uma comunidade preparada, e a melhor forma de cada um poder intervir é estar advertido no que respeita aos riscos existentes no seu meio, assim como relativamente aos procedimentos de auto-protecção que se devem adotar, podendo assim minimizar os danos provenientes de uma situação inusitada”.

- Pub -

Recorde-se que o concelho de Loulé foi fustigado em 2012 e 2015, por cheias e inundações motivadas pelo excesso de precipitação ocorrido num curto período de tempo, fenómenos estes que são cada vez mais frequentes e imprevisíveis, considerando as mudanças climáticas que estão a aumentar a frequência e a intensidade de eventos extremos e que serão cada vez mais devastadores.

O Município de Loulé faz parte das 25 cidades e vilas consideradas “resilientes” em Portugal. A Campanha “Cidades Resilentes” é um projeto promovido pela Organização das Nações Unidas, lançado em 2010, para realçar a importância do patamar local no desenvolvimento de comunidades resilientes.

Facebook Comments

Comentários no Facebook